Estado

Foto: Leyla Mel

Em reunião realizada na manhã desta quinta-feira, 15 de agosto, entre o prefeito de Araguaína Ronaldo Dimas, o presidente da Federação Nacional do Transporte Alternativo – FENATRAL, Expedito Bandeira, e o presidente da COOPERLOTA – Cooperativa dos Transportadores Autônomos de Passageiros do Município de Araguaína, David Pereira, foi apresentada proposta de implantação do sistema complementar de transporte público (ônibus e microonibus) em Araguaína.

Como resultado da reunião, será assinado amanhã, 16 de agosto, às 10h, no gabinete do prefeito municipal, um Termo de Cooperação para um estudo técnico de viabilidade econômica para tal atividade, em que a contrapartida do município será o fornecimento de dados técnicos para a Fenatral. O município não terá nenhum ônus com esse estudo.

Segundo o presidente da Cooperlota, David Pereira, existem cerca de 40 cooperados em Araguaína e, com isso, haverá mais oportunidades da participação de empresas da cidade, além de gerar emprego e renda. “O diferencial da cooperativa é oferecer um sistema de transporte com mais qualidade. Não estamos aqui para retirar empresa nenhuma, queremos, sim, complementar o transporte público de Araguaína”, explicou David.

O presidente da Fenatral explicou que o estudo de viabilidade econômica será realizado pela Federação para que possam identificar o porte, linhas dos bairros e a demanda por transporte público em Araguaína. “A Federação já atua com esse tipo de trabalho em diversas cidades do nosso país. Podemos citar como exemplos as cidades de Petrolina (PE), Belo Horizonte (MG) e Brasília (DF)”, afirmou Expedito.

Dimas reforçou durante a reunião que seu compromisso é oferecer transporte de qualidade para o município. “Minha intenção é dar oportunidade para que todos participem e não estou satisfeito com o transporte público que temos hoje em Araguaína”.