Estado

Foto: Aldemar Ribeiro Siqueira Campos com o subcomandante do 4º Batalhão de Engenharia e Construção do Exército, em Dianópolis Siqueira Campos com o subcomandante do 4º Batalhão de Engenharia e Construção do Exército, em Dianópolis

 O governador Siqueira Campos assinou, na manhã desta segunda-feira, 26, em Dianópolis, a 320 km de Palmas, no Sudeste do Estado, a ordem de serviço para restauração das rodovias TO-040 e TO-110. Além disso, o Governador  lançou a quarta etapa do Programa de Apoio aos Municípios (PAM) e entregou uma caminhonete de apoio ao Projeto de Irrigação Manuel Alves.

As duas rodovias passam por oito municípios da região Sudeste e ligam o Tocantins aos estados vizinhos da Bahia e de Goiás. As obras, que se iniciam no próximo dia 9, serão feitas pelo Departamento de Engenharia do Exército (DEC), a um custo de R$ 38 milhões. Ao todo, serão 213 quilômetros de rodovias restaurados. O canteiro de obras fica na cidade de Taguatinga e conforme o Exército serão 200 trabalhadores quando as obras nas duas rodovias tiverem em sua plenitude. Pelo contrato, o prazo para a conclusão das obras é de, no máximo, 18 meses.

 O anúncio e entrega de benefício do governo foi realizado no centro da cidade, na Praça Francisco Liberato Póvoa, e fez parte das comemorações do 129º aniversário do município. O evento contou com participação da população dianapolina, que lotou o espaço reservado em frente ao palco.

 Em seu discurso, o governador ressaltou que a contratação do Exército foi mais barata para os cofres públicos e garante uma obra de qualidade. Aproveitando que no último domingo o Exército comemorou o Dia do Soldado, o Governador elogiou a instituição, dizendo que ela é responsável por manter a soberania do Brasil. “Aprendemos muito com Exército. São pessoas sacrificam a sua vida pelo País”, ponderou o Governador, ao defender a contratação da instituição para recuperar as obras.

Economia

Segundo o subcomandante do 4º Batalhão de Engenharia e Construção do Exército, tenente-coronel Luiz Vidal, em relação às empresas tradicionais de construção civil, as obras realizadas pelo Exército ficam entre 30% a 40% mais baratas. Assim, no caso destas duas rodovias do Sudeste, a economia aos cofres estaduais pode ficar em até R$ 15,2 milhões.

As duas rodovias que serão recuperadas passam pelos municípios de Taguatinga, Dianópolis, Novo Jardim, Ponte Alta do Bom Jesus, Aurora, Lavandeira, Combinado e Novo Alegre. Com isso, apenas nestes municípios, são mais de 54 mil habitantes beneficiados diretamente pela ação do governo, conforme a última estimativa populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No entanto, as obras favorecem mais pessoas, já que quem precisa ir para Goiás ou para a Bahia necessariamente tem de acessar essas duas rodovias.

PAM

Além de cuidar das rodovias pavimentadas, o governo também está, em uma iniciativa pioneira, ajudando os municípios a manter as estradas vicinais com boa qualidade de tráfego. Dentro dessa proposta, o evento em Dianópolis sediou a quarta etapa do PAM, programa da gestão estadual que disponibiliza, gratuitamente, patrulhas mecanizadas para as prefeituras.

 No Sudeste, serão 16 municípios contemplados. Juntos, a população desses municípios é de mais de 102 mil pessoas. Outra ação do governo no Sudeste foi a entrega de uma caminhonete L-200 para projeto de irrigação Manuel Alves. (ATN)