Estado

Foto: Divulgação

O Coordenador Estadual do Movimento Nacional de Luta pela Moradia, Bismarque do Movimento, cobrou nesta segunda-feira, 30, do Ministério das Cidades, em reunião do Conselho Nacional das Cidades em Brasília, o aumento no valor do apartamento de 42m² que atualmente é de R$ 62 mil para R$ 76 mil  em Palmas, através do Programa Minha Casa Minha Vida - Entidades.

Bismarque afirmou que as empresas gericadas nas Instituições Financeiras Federais não têm interesse de construir os apartamentos alegando prejuízos, pois estão abaixo da tabela do Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil- Sinapi.

Bismarque citou que os movimentos populares receberam do Estado do Tocantins, terrenos na ALCNO 33 e 43,  para construção de 2 mil apartamentos em Palmas, mas é necessário corrigir o valor para viabilizar os empreendimentos.

Por: Redação

Tags: Bismarque do Movimento, MNLM, Sinapi