Polí­tica

Foto: Divulgação

O presidente regional do PROS no Tocantins, suplente de senador Ataídes Oliveira já conversa com alguns partidos que ele considera oposição ao governo visando estreitar laços para possíveis alianças no pleito de 2014. Ele citou como um partido que tem afinidade o PV, comandado pelo deputado estadual Marcelo Lelis. “O que não pretendemos é fazer coligações esdrúxulas. Chegou o momento dos políticos do Estado pararem de enganar o povo”, frisou. Segundo o suplente sua intenção para 2014 é mudar o que chamou de ciclo vicioso na política do Tocantins. "O povo quer a verdade", disse.

Para Ataídes o grupo de oposição no Estado não está definido já que algumas legendas, conforme o suplente, não se comportam como tal. Nesse sentido ele citou o PMDB. “Considero o PMDB como um partido governista e não de oposição pois está dentro do governo”, frisou.

Outra crítica do presidente da legenda é com relação ao projeto encabeçado pelo PP de formar um grupo para ser uma terceira via na disputa de 2014. “Que terceira via é essa que não sabemos para que rumo vai?”, criticou citando a aproximação da atual gestão da capital com o governo.

Na opinião de Ataídes o melhor caminho do PP e dos outros partidos que integram a possível terceira via (PCdoB, PSL e PT) seria compor uma verdadeira oposição com o Pros. “Se o PP decidir vir é muito bem-vindo”, frisou elogiando inclusive o presidente regional da legenda, Lázaro Botelho.

Para ele o PP e principalmente o prefeito de Palmas, Carlos Amastha precisam de uma posição firme sobre o posicionamento  político. “ É uma coisa que não é mas é. É preciso uma posição firme porque até agora está encima do muro”, definiu.

O Pros passa por um momento de organização partidária.  “Ontem protocolamos junto ao TRE uma relação de quase 200 possíveis candidatos ás eleições de 2014 e isso para nós é uma vitória muito grande”, disse. O próximo passo é criar as comissões municipais que serão presididas por cerca de 800 novos filiados, na maioria vereadores, que deverão se filiar na legenda nos próximos trinta dias. “Temos nomes para quase 139 municípios”, garantiu.

Por: Redação

Tags: Ataídes Oliveira, Carlos Amastha, PROS