Estado

Foto: Divulgação Reunião com gestores de Dianopolis - Redesim Reunião com gestores de Dianopolis - Redesim

A cidade de Dianopólis, 365 km da Capital, no sudeste do Estado, será o terceiro município do Tocantins a implantar a Redesim - Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios.

O início do processo começou na quarta-feira, 06, durante reunião na Jucetins - Junta Comercial do Tocantins, onde uma equipe formada por gestores e técnicos da prefeitura de Dianópolis esteve reunida com técnicos da Jucetins – Junta Comercial do Tocantins para apresentação do projeto Redesim e sistema Integrar, realização do mapeamento dos procedimentos para abertura de empresas no município, elaboração de diagnóstico e pactuação de um plano de ação para implantação do projeto no município.

Os representantes da Sedecti – Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação e  Sebrae -  Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado, que fazem parte do termo de cooperação para implantação deste projeto, também participaram desta reunião.

Para o secretário de administração de Dianópolis, Salvador Cerqueira dos Santos, as empresas e a população da Cidade são os beneficiados. “Nós trouxemos esta equipe de gestores e técnicos da prefeitura para conhecerem e aprenderem a operar no sistema da Redesim, porque sabemos que isso vai desburocratizar o processo de abertura de empresas e a sociedade é quem ganha com isso” enfatiza o secretário.

Neste primeiro encontro foi feita a apresentação do projeto para os gestores da prefeitura que puderam verificar como o projeto funciona, bem como, as diretrizes e os benefícios para o empresário, destaca o secretário executivo da Sedecti, Marcos Jair de Aguiar. “A próxima etapa será a apresentação do projeto Redesim para os comerciantes e empresários de Dianópolis que poderão conhecer os benefícios deste programa, que busca reduzir a burocracia para abertura e fechamento de empresa”, diz o secretário executivo.

Processos estão sendo digitalizados

Como parte do processo de desburocratização empresarial no Tocantins está acontecendo a digitalização dos processos da Jucetins, a digitalização consiste no levantamento de toda documentação, preparação e restauração.

O processo é realizado através de software e scanners especializados e deve ser concluído até o mês de maio de 2014. Esta ação ajudará no controle de documentos existentes no órgão desde a sua criação e os empresários ganham na redução de tempo e agilidade nos negócios, explica o coordenador de desenvolvimento regional e territorial da Sedecti, Drayan Macrini, "além de agilidade, organização e segurança na informação, o Estado se moderniza e torna-se mais atraente para novos investimentos".

Redesim

A Redesim, criada através da lei n° 11.598, estabelece diretrizes e procedimentos para a simplificação e integração do processo de registro e legalização de empresários e de pessoas jurídicas. Essa rede é um sistema integrado que permite a abertura, fechamento, alteração e legalização de empresas em todas as Juntas Comerciais do Brasil, simplificando procedimentos e reduzindo a burocracia ao mínimo necessário.

No Tocantins, a implantação da Redesim está incluída como uma das prioridades do Termo de Cooperação entre o Governo do Estado, através da Jucetins, da Sedecti e  Sebrae firmado no último mês de maio.