Cultura

Foto: Antônio Gonçalves

Grupos de Jovens e de oração, comunidades e paróquias de Palmas e do interior do Estado encheram a Grande Praça do Espaço Cultural José Gomes Sobrinho de bênçãos e luz, conforme observou o padre da Paróquia São Judas Tadeu, Márcio Ferdinando Gonçalves, no primeiro dia do “Palmas é Show”, na noite de sexta-feira, 22. A banda Adoração e vida, de São Paulo e o grupo cearense Missionário Shalom (CE) encantaram o público com canções católicas. A grande atração deste sábado, 23, é Adriana e Banda (SP), a partir das 20 horas, com entrada gratuita.

Para o líder religioso, o evento contribui para uma cultura de paz e fraternidade. “Quero agradecer a gestão que proporciona a difusão de uma música que evangeliza e divulga o amor”, disse o padre Ferdinando, convidando os fiéis para orarem e dar início às apresentações da noite.

O secretário do Desenvolvimento Social (Sedes), Tiago Andrino ressaltou que este é o primeiro evento católico da história de Palmas, realizado pela Prefeitura de Palmas. “Estamos vivendo um momento muito importante para a cidade porque o evento marca o início da consagração do selo, Palmas Capital da Fé”, explicou.

Segundo o presidente da Agência Municipal de Turismo (Agtur), pasta responsável pelo projeto, Cristiano Rodrigues, o Palmas é Show, pretende ainda otimizar o fluxo turístico aos atrativos da cidade. “A Agência disponibilizou um estande do Centro de Atendimento ao Turista (Catur) no evento para incentivar o público a explorarem os pontos turísticos, a fim de movimentar a economia do município”, pontuou. No estande do Catur, os interessados podem conferir dicas sobre roteiros turísticos e receber material promocional de Palmas.

Além de fiéis da capital, marcaram presença caravanas de Araguaína, Colinas, Araguatins, Itaguatins, Rio Sono, Pindorama, Pedro Afonso, Novo Acordo, Miracema do Tocantins, entre outros. O bancário Diego Fernandes veio de Colinas para prestigiar as bandas. “Achei perfeito, uma chuva de bênçãos. O Estado estava precisando disso”, enfatizou.

A economista Rosilene Sudré, integrante da pastoral da catequese, da Paróquia Jesus de Nazaré, da região Norte de Palmas disse estar encantada com os shows. “Evento simplesmente maravilhoso, um momento de oração”, frisou. Não diferente da funcionária pública Danielly Valadão, que acompanhava as músicas emocionada, ao lado do marido. “Acompanho essas bandas há muito tempo, fiquei muito feliz quando soube que eles estariam aqui, vejo que a gestão está modificando a cidade para melhor, em todos os sentidos”, afirmou.