Palmas

Foto: Divulgação

A diretoria do Sindicato dos Jornalistas do Estado do Tocantins –Sindjor/TO, participou na tarde desta terça-feira, 26, de uma reunião com o prefeito Carlos Amastha, em seu gabinete, na sede do AMA. O objetivo da visita dos jornalistas ao prefeito foi estreitar laços e abrir um canal de diálogo com o governo municipal, além de apresentar algumas demandas do Sindjor.

Sobre Concurso Público, a presidente do Sindjor, Socorro Loureiro, solicitou a abertura de vagas para jornalista no próximo concurso do Quadro Geral da prefeitura e falou do trabalho que vem sendo desenvolvido à frente da entidade.

O prefeito de Palmas, Carlos Amastha, recebeu na tarde desta terça-feira, 26, no Gabinete II da Diretoria de Meio Ambiente, membros do Sindicato dos Jornalistas do Estado do Tocantins (Sindjor). “A nossa intenção é estreitar a relação com o poder público municipal”, declarou a presidente da categoria, Socorro Loureiro, e completou dizendo que o contato entre os setores já começou de forma positiva quando o gestor promoveu a Assessoria de Comunicação do Município à condição de Secretaria de Comunicação (Secom), uma das primeiras medidas do prefeito.

“A imprensa é o espelho da democracia, o instrumento mais fantástico da liberdade de expressão do País”. Com este discurso Carlos Amastha confirmou as expectativas do Sindjor e lembrou com carinho da relação próxima e amigável que teve com o saudoso jornalista e radialista, Salomão Wenceslau, então proprietário do periódico O Jornal, falecido há dois meses após um infarto.

Durante o encontro a presidente do Sindjor manifestou a necessidade de ampliar o mercado de atuação dos profissionais no Tocantins e a possibilidade de abrir novas vagas no quadro de servidores de Palmas. Realidade que já vem sendo estudada pela Secom a pedido de Carlos Amastha. De acordo com Raquel Oliveira, titular da pasta, este levantamento apontará as necessidades de haver mais jornalistas no Município. ”Depois que concluirmos este estudo iremos confrontar as informações com os dados apurados pelo Instituto Áquila, contratado para modernizar a gestão do município”, concluiu a secretária.

“Tal solicitação foi em atendimento aos anseios da categoria. E também pelo fato de que desde a criação de Palmas, há 25 anos, só houve um único concurso público no município com vagas para jornalista que aconteceu em  2005,” disse.

A presidente considerou bastante positiva a visita, tendo em vista que o prefeito garantiu a inclusão de vagas no edital do certame, conforme a demanda do município. (Com informações do Sindjor e da Secom Palmas)

Por: Redação

Tags: Carlos Amastha, Socorro Loureiro