Cultura

Foto: Divulgação

Gurupi receberá na sexta-feira, 10, a peça de teatro Flor de Macambira, que conta a história de Catirina, a mais bela flor da Fazenda Macambira, que sucumbe aos vícios e tentações mundanas e, para resgatar seu amor, Mateus, mergulha nas profundezas de sua alma. O espetáculo será apresentado na sexta, a partir das 20 horas, no Centro Cultural Mauro Cunha, é gratuito e conta com apoio da Prefeitura de Gurupi, por meio da Secretaria de Cultura.

O texto é de Rosyane Trotta e do Ser Tão Teatro; e a direção é da carioca Christina Streva. Contada na levada do bumba meu boi e do cavalo marinho, entremeada por personagens da cultura popular brasileira, com comicidade e trilha original executada ao vivo, a peça é encenada em praça pública, gratuitamente para o público de todas as idades.

A turnê “Flor do Norte”, que começa em Gurupi, segue para Palmas no dia 14, onde o grupo realiza além da peça teatral uma oficina de formação de atores e criação de personagem.

Flor de Macambira é uma adaptação empreendida pelo grupo do clássico, O Coronel de Macambira, do pernambucano Joaquim Cardozo, em parceria com a dramaturga Rosyane Trotta, e sob direção de Christina Streva. Flor de Macambira é uma festa popular com composição original e música executada ao vivo, comicidade, cor e teatralidade, que utiliza máscaras, pernas de pau, dentre outros elementos do circo, para contar a fábula da jovem Catirina, a mais bela flor da Fazenda Macambira.

Flor de Macambira é uma festa popular com música, comicidade, cor e teatralidade. Tipos do cotidiano brasileiro como o coronel sanguinário, o padre mercantilista, o bicheiro corrupto, e o triunvirato do capitalismo: o economista ilusionista, o banqueiro especulador e o marqueteiro enganador vão sendo apresentados, quadro a quadro, no espetáculo.