Estado

Foto: Divulgação

A insatisfação com a mortandade de peixes nas proximidades da Usina Hidrelétrica de Lajeado repercutiu na Assembleia Legislativa nesta terça-feira, 25.  O deputado do PV, Marcelo Lelis apresentou requerimento em Regime de Urgência solicitando ao Presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins, que realize através da Comissão de Saúde e Meio Ambiente uma Audiência Pública para discussão sobre o desastre ambiental que ocorre todos os anos nas proximidades da Usina de Lajeado.

O assunto tem repercutido nos últimos dias e inclusive a colônia de pescadores do município quer entrar na justiça para que a Usina seja responsabilizada. Lelis conta que foi até o município e conversou com os pescadores. “ Esse caso é algo recorrente e não estamos falando da morte de alguns e sim de milhares de peixe”, frisou.

Ele afirmou que o caso configura Crime ambiental. “Temos que ver o Naturatins não agir nesse caso? Temos que ver o Ministério Público não se pronunciar? Não, nós não temos senhores deputados e para isso convido a todos vocês  para discutir esse assunto”, frisou. O deputado disse que a comunidade está revoltada com a situação.

Lelis lembrou uma fala do presidente do Naturatins, Alexandre Tadeu, dizendo ano passado que a morte de peixes no local é um fenômeno isolado ao defender que a abertura das compotas seja feita de forma escalonada para evitar a morte de peixes. “Tenho convicção de que amanhã aprovaremos o requerimento e já estou trabalhando na organização da audiência para a quinta-feira á tarde. Porque a pressa? Porque aí vem o Carnaval e se a historia não for tratada agora podemos passar mais um ano esse desastre se repetir”, defendeu. Devem participar da audiência o MPE, Naturatins, Ibama, representantes da Usina e dos pescadores.

A audiência deve acontecer a tarde e pode resultar na assinatura de uma TAC para evitar o desastre.

O deputado Toinho Andrade comentou que é triste ver tal situação e a deputada Josi Nunes também lamentou a situação.