Turismo & Lazer

Foto: Divulgação Parque Nacional do Jalapão Parque Nacional do Jalapão

Palmas é um dos 65 destinos turísticos brasileiros a serem incluídos no projeto Índice de Competitividade do Turismo Nacional, realizado pelo Ministério do Turismo em parceria com o Sebrae Nacional, e executado por meio da Fundação Getúlio Vargas. Durante esta semana, de segunda, 10 até sexta, 14, a pesquisadora Mariana Rodrigues realiza o levantamento das informações do município.

O desenvolvimento da pesquisa em Palmas conta com o assessoramento da diretora de estruturação turística da Agência Municipal de Turismo (Agtur), Ana Rúbia Macedo. “A pesquisa resultará em um documento norteador para o planejamento, ao passo que apresenta pontos positivos e negativos com relação aos índices apresentados em dimensões que abarcam alem do turismo, saúde, infraestrutura, cultura, entre outros”, frisou. 

A pesquisadora explica que o projeto é realizado nos últimos seis anos e que a metodologia nasceu com o desafio de gerar indicadores a fim de monitorar a evolução de 65 destinos turísticos brasileiros, a partir do entendimento da competitividade como “a capacidade de um destino em gerar, de forma contínua e sustentável, negócios nas atividades do setor de turismo”, disse.

Mariana ressalta ainda que o projeto é muito importante, pois os resultados podem indicar as áreas que merecem maior atenção que precisam ser mais trabalhadas e, por isso, pode auxiliar no desenvolvimento de políticas públicas relacionadas ao turismo no destino. “A divulgação dos resultados desta pesquisa esta prevista para o final deste ano, em um evento que reunirá, Sebrae, Mtur, FGV e representantes (prefeitos e/ou secretários) dos 65 destinos indutores”, conclui.

Índice

A partir dos resultados produzidos por este índice, gestores municipais, estaduais e nacionais possuem informações relevantes para o planejamento de seus investimentos no setor e o gerenciamento dos recursos necessários para o desenvolvimento de vantagens competitivas do destino neste segmento. Dando continuidade a essa série histórica construída de 2008 a 2013 inicia-se a pesquisa de campo do Índice de Competitividade do Turismo Nacional 2014 – Destinos Indutores do Desenvolvimento Turístico Regional.

O questionário possui mais de 400 perguntas, divididas em 13 dimensões relacionadas ao turismo, como Acesso, Atrativos, Marketing e Promoção, Políticas Públicas, Cooperação Regional, Economia Local, Serviços e Equipamentos Turísticos, Aspectos ambientais, culturais e sociais, Capacidade Empresarial, Infraestrutura Geral. Na entrevistas com o trade turístico e representantes de órgãos municipais, são abordadas questões referentes a essas dimensões.

O Ministério do Turismo e o Sebrae Nacional atuam de forma integrada para viabilizar a pesquisa do Índice de Competitividade. Por ser uma pesquisa que envolve dados primários, a coleta em campo é de fundamental importância. E para garantir a confiabilidade das informações propõe-se o envolvimento direto das entidades Nacionais, Estaduais e Municipais.

Além da coleta de dados primários em campo, a aplicação da pesquisa do Índice de Competitividade do Turismo Nacional 2014 prevê ainda a identificação de práticas que tenham ligação direta com a atividade turística e que contribuam para o desenvolvimento das localidades pesquisadas. (Secom Palmas)