Educação

Os professores efetivos da rede estadual cruzaram os braços a partir desta segunda-feira, 24, e iniciaram greve por tempo indeterminado. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação – Sintet informou ao Conexão Tocantins cerca de 22.300 servidores da área estão de braços cruzados. “ A greve foi deflagrada hoje. A orientação é que todas as cidades façam alguma mobilização, indo para as ruas ou mande os alunos para casa”, informou o presidente do Sintet, José Roque.

Todas as escolas estaduais estão paradas. As principais reivindicações do Sindicato são: revisão do PCCS, enquadramento do administrativo no quadro da Educação com direito à progressão, pagamento da data-base, eleição para diretor de escola e principalmente a realização do repasse mensal para as escolas.

O Sintet alega que o Estado não repassado a verba e com isso as escolas estão passando por necessidades básicas como falta de material e até corte de energia. “ Em 2012 ficaram três parcelas sem passar, ano passado só passaram três. Eles (O Estado) tem que provar com documentos porque o governo diz que passou mas as escolas dizem que não receberam”, questionou.