Economia

Foto: Divulgação Projeto de construção do Shopping Projeto de construção do Shopping

Em 28 de janeiro de 2011, empresários do Grupo Boa Sorte e da empresa Vértico, empresa especialista na implantação de shopping centers, realizaram a apresentação do projeto de construção de um shopping Center em Araguaína, Shopping das Nações. As obras de início do projeto estavam previstas para o segundo semestre de 2011, o investimento estava orçado em R$ 100 milhões de reais. Mas até o momento, o shopping Center não saiu do papel e segundo o representante de alguns sócios do Boa Sorte, Daniel Vicente Ferreira Naves, reuniões estão sendo deliberadas para tomada de decisões.

Boatos chegaram a passar informações de que o Shopping não seria construído mas segundo Daniel, são inverídicas. “Circulou uma matéria em que o jornalista afirmava que o Walter havia decidido cancelar a obra, mas conversando com o próprio Walter ele disse que ia processar o jornalista porque ele não tinha dito nada a respeito”, afirmou ele se referindo a Walter Torre, empresário conhecido nacionalmente como um homem de negócios. As informações são de que o empresário teria resolvido pisar no freio dos investimentos diante da incerteza do sucesso de alguns novos empreendimentos, incluindo o Shopping Nações de Araguaína.

Daniel afirmou ao Conexão Tocantins na manhã desta quinta-feira, 27, que reuniões estão sendo realizadas para deliberar se a empresa Vértico ou outra empresa fará a apresentação do projeto e se após cessar o período chuvoso as obras iniciem. “Reuniões estão sendo realizadas, buscando novas parcerias, decidindo se a Vértico ou outra empresa realizará a obra no terreno e se após o período chuvoso as obras iniciem, mas não estou dizendo que quando as chuvas acabarem as obras serão iniciadas, digo que estamos decidindo”, afirmou.

Ainda segundo Daniel existe uma dúvida que está sendo colocada em pauta nas reuniões, que é se Araguaína comporta ou não dois shoppings Center de grande porte. “Estamos realizando uma reanálise de mercado e nos próximos 60 dias teremos uma decisão”, afirmou ele se referindo também ao segundo shopping que será implantado no município, Araguaína Park Shopping. Daniel disse que “tem outro projeto que surgiu no meio do caminho”. O empresário, entretanto, ressaltou que tudo está regularizado para o início dos obras, "se quisermos iniciar amanhã, tudo estará em ordem!”, disse.

Shopping Center Nações

O projeto de construção da unidade foi protocolado junto a Secretaria Municipal de Planejamento. O empreendimento será construído às margens da TO-222, a 500 metros da saída de Araguaína para Araguanã. Deve contar com cinco salas de cinema, praça de alimentação com capacidade para 900 pessoas, mais de 100 lojas além de um supermercado.

A obra, orçada em 100 milhões de reais vai ocupar uma área de 30 mil m² e deve gerar cerca de 1.200 empregos diretos e até 5 mil indiretos. O primeiro Shopping Center de grande porte de Araguaína estava com previsão de ser começar a ser construído no segundo semestre de 2011.

Araguaína Park Shopping

O Grupo Skipton, representado pelo seu diretor presidente, na época, Carlos Franco Amastha, formalizou no dia 27 de setembro de 2011 a aquisição de terreno para construção do shopping, Araguaína Park Shopping. O seu conceito segue o do Capim Dourado Shopping e demais empreendimentos do grupo.

Atualmente Carlos Amastha não é acionista em nenhum empreendimento de shopping no Tocantins.

Com investimentos orçados em R$ 150 milhões de reais, terá capacidade para cerca de 110 lojas. O centro de compras será construído em uma área de 92 mil m² e pretende gerar 1,5 mil empregos diretos e 3 mil indiretos. A previsão para início das obras estava prevista para abril de 2012, com término e inauguração em 2014.

Com inúmeros shoppings no país, o Grupo Skipton atua como incorporadora, além de comercializar e planejar empreendimentos na área. São projetos exclusivos e 100% desenvolvidos pelo grupo o Capim Dourado Shopping, o Maringá Park e Floripa Shopping. (Matéria atualizada às 14h38)