Polí­tica

O deputado federal e presidente regional do PRB no Tocantins, Cesar Halum conversou nesta quarta-feira, 16, com o pré-candidato a governador do PP, Roberto Magno Martins Pires quando dialogaram sobre uma possível composição do PRB no grupo intitulado provisoriamente de terceira via. Halum avaliou em entrevista ao Conexão Tocantins nesta quinta-feira, 17, que o encontro foi proveitoso e sinalizou uma possível composição com o grupo do PP, PT, PSL e PCdoB.

“Estamos conversando, acho que temos um projeto de unificar a oposição. Não adianta todo mundo ficar dando tiro pra todo lado. Quanto mais dividido estiver mais fácil será para o governo se articular”, frisou. Halum começou as articulações políticas este mês e contou que já foi convidado por vários grupos políticos para compor para as eleições.

Halum comentou ainda sobre a postura do PMDB no processo eleitoral já que a legenda sinaliza que poderá lançar uma chapa puro sangue com candidato próprio ao governo e ao Senado. Ele reiterou que respeita o partido que é de tradição no Estado mas disse: “ O PMDB já é muito autônomo se acha auto-suficiente. São duas alas cada uma com seus candidatos ao Governo e Senado mostrando então que dão conta de ir sozinho e não precisam dos outros”, avaliou.

Nome para o Senado

Halum é um dos nomes mais cotados para o Senado em vários grupos representando a região Norte do Estado. No entanto mesmo com as sondagens, inclusive no grupo da terceira via, ele frisou que ainda não está “apaixonado” por esse projeto. “Tenho recebido convite de várias alas mas ainda não é meu projeto. Não deixa de nos deixar contente  afinal se estão me convidando é porque enxerga na gente um nome com potencial para a região norte mas por enquanto sou candidato à reeleição”, explicou.