Palmas

Foto: Divulgação

Cerca de 40 moradores do Aureny III estiveram na Câmara Municipal para solicitar o apoio dos vereadores à sua causa. Eles querem um posicionamento da prefeitura quanto às obras do Bus Rapid Transit (BRT), que deverá desapropriar cerca de 50 residências no setor.

A maior reclamação deve-se ao fato de a prefeitura não se posicionar e responder aos questionamentos dos que serão impactados pela obra, que querem respostas quanto ao remanejamento de moradores das quadras 170 e 125A, no Aureny III. Muitos temem perder suas casas, mas os vereadores e o próprio secretário municipal de governo e relações institucionais, Adir Gentil, presente no encontro, tranquilizou-os afirmando não existir esta possibilidade. “Todos os moradores que tiverem suas propriedades desapropriadas serão indenizados de acordo com o preço de mercado de seus imóveis”, afirmou o secretário. Tanto o secretário quanto os vereadores afirmaram que um acordo entre os moradores e a prefeitura seria melhor do que judicializar a causa.

Uma reunião para definir como ficará a situação foi marcada para a quarta-feira, 7 de maio, na secretaria municipal de governo, entre os moradores, representantes da prefeitura e vereadores.

A porta-voz do grupo de moradores, Miriam Duarte, afirmou que os manifestantes querem apenas um posicionamento da prefeitura, “o que nos deixa preocupados é o silêncio da prefeitura sobre o assunto, mas tenho fé de que obteremos uma resposta, em breve”.

Por: Redação

Tags: Adir Gentil, Aureny III, BRT