Polí­tica

Foto: Divulgação

Depois de participarem do encerramento da 21ª  Agrishow, na última sexta-feira, 2, em Ribeirão Preto (SP), o maior jogador de futebol da história, Edson Arantes do Nascimento (o Rei Pelé) – uma das cinco pessoas mais conhecidas do mundo - juntamente com a senadora Kátia Abreu, presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (e da Federação da Agricultura do Estado do Tocantins) apresentam na próxima sexta-feira, dia 9,  na 14 ª Agrotins (Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins) na Capital, o Projeto Time Agro Brasil, levado a efeito em todo o país e promovido em grandes centros de disseminação de tecnologia no setor agropecuário. O Rei Pelé, garoto propaganda da campanha desenvolvida pela CNA e Sebrae desde o ano passado, visitará a Agrotins, juntamente com a senadora Kátia Abreu, presidente da entidade, a partir das 14 horas.

A participação de Pelé inclui uma visita pela Agrotins, uma entrevista coletiva para falar do projeto e da importância do setor agropecuário. Ao final, serão distribuídas camisetas para produtores rurais, presidentes de sindicatos rurais e público presente na exposição. O objetivo do Time Agro Brasil é capacitar o pequeno produtor rural, como informação e tecnologia para modernizar a produção agropecuária, com foco na sustentabilidade.

A estratégia conta com cursos, palestras e treinamentos ao produtor rural para se tornar um “craque” ainda mais competitivo no mercado mundial. Na campanha, o Rei Pelé apresenta um Brasil que não é o melhor do mundo somente no “campo da bola”. Produzindo alimentos de qualidade e a preços baixos ao mesmo tempo em que preserva, intactos, 61% do território nacional “também nos sagramos campeões na agropecuária”, defende o Rei do Futebol.  Os produtores rurais brasileiros dão exemplo ao mundo, quando produzem utilizando apenas 27,7% do solo brasileiro. "Este placar é só nosso", defende Pelé.

Colher seguidas safras recordes praticamente sem aumentar a área de produção "só foi possível porque o Brasil tem um time campeão" - explica -  que domina modernas tecnologias para produzir mais e melhor. Nos últimos 20 anos, o país dobrou a produção de grãos, aumentando apenas 10% a área plantada. O agronegócio brasileiro joga no time verde e amarelo: é responsável por 40% das exportações, 23% do PIB nacional e 37% dos empregos.

“Precisamos expandir nossos mercados e só iremos conseguir isso mostrando que o alimento brasileiro é confiável e de qualidade. E ninguém como o Pelé, com credibilidade internacional, para mostrar o quanto os nossos produtos são saudáveis e confiáveis. Esperamos que ele, que marcou tantos gols nos campos, ganhando três copas do mundo, possa nos ajudar a marcar os gols de que precisamos para mostrar a nossa produção sustentável lá fora.”, salienta a senadora Kátia Abreu, presidente da CNA. E acrescenta: “Temos mais de cinco milhões de craques, que são nossos produtores rurais, que devem jogar junto com a pesquisa, com a tecnologia, com as políticas para o campo. Em agricultura, estamos na primeira divisão mundial e devemos ter um time bem preparado”.

“Parece que é o pontapé inicial, mas não é, porque o Brasil já é referência na agricultura. Mas vamos fazer do Brasil o primeiro do mundo na agricultura porque Deus só me bota em equipes vencedoras”, diz Pelé.