Empregos e Serviços

A Associação dos Policiais Civis do Estado do Tocantins (Aspol) informa que entende como legítimo a proposta de paralisação da Polícia Civil nesta quarta-feira, 21, em diversas regiões do País, porém, comunica que se posiciona contrária à adesão dos policiais civis do Tocantins ao movimento grevista.

Os sindicatos dos estados de Alagoas, Bahia, Minas Gerais, Pará, Rio de Janeiro, Paraíba, Rondônia, Santa Catarina e São Paulo decidiram aderir a paralisação. O ato é organizado pela Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis (Cobrapol).

Para a diretoria da Aspol, o Governo do Estado do Tocantins demonstrou reconhecimento e valorização da Polícia Civil com a implantação da Paridade Salarial e abertura de diálogo para negociações sobre melhorias para a categoria.

Portanto, a Aspol se manifesta contra a paralisação da Polícia Civil do Tocantins por 24h nesta quarta-feira, 21 de maio de 2014, preservando, assim, a segurança da sociedade do Estado. (Ascom Aspol)

Por: Redação

Tags: Aspol, Cobrapol