Polí­tica

Foto: Divulgação

O senador Ataídes Oliveira reuniu-se na última quinta-feira, 05, com a ministra do Planejamento Miriam Belchior, em Brasilia, para pedir que algumas obras consideradas “essenciais para o desenvolvimento do Tocantins” sejam incluídas no PAC 3 a ser anunciado nos próximos dias pela presidente Dilma Roussef. 

O senador, que é coordenador da bancada tocantinense de parlamentares federais, defendeu as obras lembrando à ministra que 'o Tocantíns é um Estado continental que ainda precisa de muitas obras de infraestrutura para o transporte de pessoas e cargas'. "O Tocantins tem mais de 250 mil km de terras planas e férteis. A partir de uma nova gestão de governo, a nossa produção deixará de ser ´tímida´e vamos precisar resolver de vez a questão da ausência de uma malha rodoviária, ferroviária e hidroviária adequada para o tamanho do Tocantins", argumentou Ataídes.   

"Somos um dos maiores produtores de grãos do Brasil e mal temos condições de fluir nossa produção por falta de estradas, rodovias duplicadas e pontes", lamentou. O senador relatou ainda para a ministra do Planejamento as dificuldades que empresários e populações sofrem no dia a dia com a falta de infraestrutura no Estado.

PAC 3: inclusão de Estradas, Pontes e Travessias

O valor total das obras apontadas pelo senador Ataídes a serem incluídas na próxima edição do Plano de Aceleração do Crescimento deve ultrapassar os R$ 3 bilhões.

Entre as obras a serem incluídas no PAC 3 estão 1) a conclusão da pavimentação do trecho da BR-010, na divisa com o Maranhão, (R$ 500 milhões) em Aparecida do Rio Negro; 2) a pavimentação do trecho próximo a Pedro Afonso da BR-235 (R$ 481 milhões); 3) a duplicações de diversos trechos da BR-153 como os trechos entre Palmas/Paraíso e Palmas/Aliança (R$ 950 milhões); 4) a construção da Ponte de Porto Nacional (140 R$ milhões) e 11 travessias urbanas  na BR 153, nas cidades de Fortaleza do Tabocão, Nova Olinda, Brasilândia, Wanderlândia, Rio dos Bois, Darcinópolis, Palmeiras do Tocantins, Aguiarnópolis, Barrolândia, Araguaína e Presidente Kennedy.