Polí­tica

Foto: Divulgação

 O secretário da Administração, Lúcio Mascarenhas, recebeu na manhã desta quinta-feira (12) o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos no Estado do Tocantins (SISEPE-TO), Cleiton Pinheiro, do Sintras, Manoel Miranda e do Conselho Regional de Serviço Social (CRESS), Jurimar Mendes Lima Junior, acompanhado de outros integrantes do CRESS para discutir a jornada de trabalho dos assistentes sociais e também dos demais servidores.

Durante a reunião o secretário assumiu o compromisso de levar as reivindicações das entidades para o governador Sandoval Cardoso. Lúcio Mascarenhas afirmou que vai despachar com o governador após o dia 20 deste mês para tratar da jornada de trabalho de todos os servidores e não de uma categoria específica.

O presidente do SISEPE-TO, Cleiton Pinheiro argumentou que a redução da jornada de trabalho traz ganhos para toda a sociedade, uma vez que melhora a produtividade do servidor, melhoria o seu convívio social e familiar. “O Governador sabe destes benefícios e pode ser organizar no sentido de ter dois turnos de trabalho de 06 horas ao invés de dois turnos de 4 horas”, defende Cleiton Pinheiro.

A Jornada de trabalho de 06 horas diárias tem apoio da esmagadora maioria dos servidores públicos, conforme pesquisa feita através do site do SISEPE-TO, cujos dados já foram repassados ao governo.

Por: Redação

Tags: Lúcio Mascarenhas, Sandoval Cardoso, Sisepe