Polí­tica

Foto: Divulgação

O empresário Dito do Posto que disputa vaga com a senadora Katia Abreu na majoritária do PMDB afirmou ao Conexão Tocantins que não acredita numa intervenção da nacional do partido em razão da disputa interna. “ Não acredito em intervenção da nacional, estamos prontos para lutar e conseguir passar na convenção”, disse. Uma reunião está programada para acontecer hoje com membros da nacional da legenda especialmente para discutir a situação do Tocantins.

Dito disse que não tem nada contra a senadora Katia Abreu mas que não a apóia porque prega uma mudança. “Não tenho nada contra ela e a respeito muito mas o momento é de renovação e acredito que os empresários tem que entrar na política pata fazer a diferença”, avaliou.

Questionado se tem maioria dos mais de 100 votos dos convencionais que decidirão a indicação para as vagas no dia 24, Dito disse que não pode afirmar isso mas que ele e Coimbra devem contar com o apoio dos convencionais.

O Conexão Tocantins perguntou ainda a Dito se as pesquisas não devem ser levadas em consideração na escolha dos nomes e ele frisou que isso é muito relativo e que depende dos nomes apresentados.

Para o grupo dos Autênticos, ligado ao ex-governador Marcelo Miranda, a esperança é uma intervenção da nacional já que alegam que Coimbra retomou o comando do partido e com isso teria quebrado o acordo feito entre os dois grupos.

A convenção foi convocada para dia 24 mas as composições podem ser fechadas até dia 30.