Polí­tica

Foto: Divulgação Prefeitura Municipal de Santa Fé do Araguaia é alvo de disputa na justiça eleitoral Prefeitura Municipal de Santa Fé do Araguaia é alvo de disputa na justiça eleitoral

Em julgamento na última terça-feira, 24, o Tribunal Regional Eleitoral negou provimento de recurso e manteve cassação dos cargos do prefeito de Santa Fé do Araguaia, Fleury José Lopes (PSB), vice-prefeito, Elsir Soares Ferreira (DEM) e do vereador Jair Cerqueira de Oliveira (PSB) por abuso de poder econômico. A decisão foi publicada nesta quarta-feira, 25 no site do TRE, e determina diplomação imediata da chapa segunda mais votada nas eleições de 2012.

Márcia Aparecida Bento (PMDB) segunda colocada nas eleições de 2012 deverá assumir como prefeita e Oidio Gonçalves de Oliveira (PSDB) como vice. No que concerne ao vereador cassado, Jair Cerqueira, o próximo suplente da coligação deverá assumir.

Entre as acusações denunciadas pelo Ministério Publico Estadual está a de abuso de poder econômico, captação ilícita de sufrágio, captação ou gasto ilícito de recursos financeiros de campanha eleitoral de 2012, propaganda irregular, auxílio para pagamento de cirurgias, etc. Prefeito, vice e vereador foram cassados e tiveram os direitos políticos suspensos por oitos anos por meio de sentença expedida pela juíza Milene de Carvalho Henrique, da 34ª Zona Eleitoral de Araguaína, em uma sexta-feira, 29 de dezembro de 2013. Entraram com recurso, no entanto, o TRE determinou manutenção de cassação.

Impugnação

O Conexão Tocantins entrou em contato com Danilo Ugles, que é secretário de administração do município, e este passou a informação de que o prefeito permanece no cargo após publicação do TRE num período de três dias, prazo para apresentação de impugnação. Se não houver impugnação a vice-prefeita tomará posse, contados os três dias corridos.