Polí­tica

Foto: Divulgação

O Partido dos Trabalhadores do Tocantins- PT já busca a definição de quem estará à frente da coordenação da campanha da presidente Dilma Rousseff no Estado. “ Vamos escolher alguém que esteja numa posição tranquila para coordenar e não necessariamente precisa ser do partido”, revelou o presidente do partido, Julio Cesar Brasil em entrevista ao Conexão Tocantins.

O prefeito de Palmas, Carlos Amastha e a senadora Katia Abreu são os dois nomes mais cotados porém o gestor da capital está no palanque do governo para a disputa estadual. Amastha já deixou claro que vai trabalhar na reeleição da presidente Dilma assim como outros partidos que estão com Sandoval: PP e PDT, dentre outros.

Brasil conta que o coordenador terá que envolver e lidar com todos os partidos que apóiam a presidente. “ Vamos lidar com vários partidos mas palanque da Dilma mesmo só o do nosso com PMDB e PV e o do Pros”, frisou.

O Conexão Tocantins questionou o presidente sobre as declarações do ex-prefeito de Porto Nacional que era pré-candidato a Governo pela legenda, Paulo Mourão que afirmou haver um sentimento de decepção da militância do partido pelo fato da legenda ter indicado a suplência ao Senado na chapa e não o vice. Mourão chegou a dizer ainda que a indicação de Donizeti Nogueira para a vaga vai prejudicar a eleição de Katia Abreu.

O Pt vai lançar 25 deputados estaduais e só um federal, o petista histórico, Milne Freitas. “Lamentamos a precipitação do Paulo porque apostamos todas as fichas nele só que mais do que ninguém ele construiu a ida do PT para o PMDB”, frisou. O presidente minimizou e disse que é preciso que o colega de partido se acalme.

Aécio, Campos e Everaldo

O palanque do presidenciável Aécio Neves (PSDB) no Estado ainda está em definição segundo informou o grupo do governador Cardoso. A situação no grupo com relação aos palanques nacionais ainda é mais delicada porque há partidos que apóiam outros dois presidenciáveis, Eduardo Campos do PSB e pastor Everaldo do PSC apoiado pela legenda que também está no grupo.

A campanha de Campos do PSB, que também tem o apoio do PPS, será coordenada no Estado pelo prefeito de Gurupi, Laurez Moreira.