Saúde

Foto: Divulgação Municípios do Sudeste do Tocantins devem intensificar a vacinação da população Municípios do Sudeste do Tocantins devem intensificar a vacinação da população

A Secretaria da Saúde do Estado - Sesau emitiu um boletim de alerta aos municípios do Sudeste do Tocantins para que intensifiquem a vacinação da população contra febre amarela. A razão do alerta é a suspeita de circulação do vírus transmissor da doença na região.

Segundo a gerente estadual da dengue e febre amarela, Christiane Bueno, recentemente macacos foram localizados mortos na região. O último animal foi localizado no município de Taguatinga, a 437 km de Palmas. Segundo ela, a morte de macacos exige investigação para identificação da possível circulação do vírus amarílico.

Por isso, técnicos da Sesau irão realizar, entre os dias 21 e 25 de julho, busca ativa na região por macacos com o vírus transmissor e capacitação de técnicos do município. “A mortandade de macacos é o primeiro indicativo da possível circulação do vírus amarílico, que pode ser transmitido ao homem. Por isso, recomendamos aos municípios que reforcem a busca ativa por pessoas não vacinadas, já que o Tocantins está em uma região de risco para a doença”, explica ela.

Vacina

Christiane alerta ainda para a importância da imunização da população lembrando que desde 2000 não há registros de casos de febre amarela em humanos.

A gerente reforça a orientação vale para que toda a população da zona rural e urbana do Tocantins se vacine. A vacina é gratuita e está disponível em todos os postos de saúde para indivíduos a partir dos nove meses de vida. Uma nova aplicação de reforço deve ser realizada a cada dez anos. (Ascom Sesau)