Campo

Foto: Divulgação

O Tocantins tem características privilegiadas para pecuária que vai desde o clima tropical ao solo rico, por isso, já conta com mais de oito milhões de bovinos e bubalinos. De acordo com dados da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), atualmente o Estado ocupa o 11º lugar no ranking nacional em quantidade desses animais e consequentemente a 11ª posição no número de emissão da Guia de Trânsito Animal- GTA, documento obrigatório para movimentação do rebanho.

No comparativo entre os anos de 2012 e 2013, a movimentação de bovinos registrou um aumento de 12%, passou de 5,5 milhões de animais transportados para 6,4 milhões. A maior finalidade do transporte ocorreu entre as propriedades rurais que foi de 65%, a destinação para o abate ficou em 26% e 9,5% para outras finalidades (leilões, esportes, reprodução e engorda). Os dados mostram ainda que a emissão de GTAs passou de 210 mil em 2012 para 236 mil em 2013.

“Estes resultados estão atrelados aos investimentos propiciados pelos convênios entre a Agência e o Ministério da Agricultura e a consciência dos produtores rurais. Além disso, a fiscalização realizada pelas barreiras fixas, móveis e fluviais”, disse o responsável Técnico pelo Programa Estadual de Erradicação da Febre Aftosa, João Eduardo Pires.

Outro fator importante é a variação do número de propriedades rurais entre as duas etapas da campanha contra febre aftosa realizada em 2013 que foi de apenas 1%. “Isto quer dizer que o nosso cadastro foi considerado excelente pelo Mapa e comprova que conhecemos de fato todas as propriedades rurais existentes no Estado. Hoje apenas 65% dos municípios brasileiros têm essa variação”, complementa Pires.

Para o presidente da Adapec, Marcelo Aguiar Inocente, a intensificações das ações e a consolidação da defesa agropecuária do Estado reflete diretamente na economia e abertura de novos mercados. “O Tocantins tem tradição na criação de gado e é referencia em sanidade animal, por isso vamos alcançar patamares ainda melhores”, afirma. (Ascom Adapec)