Polí­tica

Foto: Divulgação

O candidato ao senado pelo Psol, Élvio Quirino, em visita ao Conexão Tocantins na manhã desta terça-feira, 29, afirmou que o grupo que esteve reunido com o candidato ao Governo do Estado, senador Ataídes Oliveira (PROS), não faz parte do Psol como foi divulgado na imprensa. 

Segundo Quirino, na verdade, as pessoas que se reuniram com o senador faziam parte do partido mas pediram desfiliação, fato que deve ser concretizado até o mês de outubro. "Eles não são nada dentro do partido. Fizeram pedido de retirada, de desfiliação do partido", disse. Os membros do grupo que procuraram Ataides são: Marcelo Claudio, Edson Feliciano, Luiza (esposa do Edson) e Fábio Ribeiro.

Elvio Quirino ainda criticou Fábio Ribeiro de forma contundente, segundo ele, Fábio teve apenas, aproximadamente, 200 votos na eleição para prefeito de Palmas na eleição passada. "Como é que ainda quer vender apoio?", questionou. 

De acordo com o candidato do Psol, o secretário geral do partido, Cassius Clay Assunção, recebeu o pedido de desfiliação dos integrantes e “quem não fez o pedido de desfiliação receberá notificação de expulsão”, afirmou Élvio Quirino.  

Ainda segundo Elvio Quirino, o Psol é um partido que é contra a venda de legenda. "Querem vender a mercadoria que não tem, e para três compradores”, ironizou, referindo-se às chapas dos três candidatos ao Governo do Estado, Ataídes Oliveira, Sandoval Cardoso (SD) e Marcelo Miranda (PMDB).