Cursos & Concursos

Foto: Marcio Vieira

Para aumentar o policiamento e fortalecer a segurança pública no Estado, o governo do Tocantins realizou, através da Fundação Aroreira, concurso público para a Polícia Civil com 397 vagas de provimento direto e mais 118 para cadastro de reserva. O concurso, que está na segunda fase da primeira etapa, é composto por duas etapas e reforça a compromisso do Estado com o funcionalismo público efetivo, que alcança marca de 73%, a maior já registrada.

Os aprovados nas provas objetivas e discursivas da primeira fase do certame para os cargos de delegado, escrivão, agente de polícia, agente de necrotomia, papilocopista, médico legista e perito das diversas especialidades agora participam de exames médicos para confirmar aptidão clínica para o exercício dos cargos para os quais foram aprovados.

Os exames são realizados em turnos de 100 candidatos e mais de 400 já os realizaram nos dias 2 e 3 de agosto. Outros 400 devem passar pela Junta Médica neste sábado, 9, e domingo, 10, e apresentar os 17 exames descritos no edital, conforme explicou Rosival Lagares, membro da comissão de concurso público da Fundação Aroeira. “Os candidatos devem comparecer com a convocação impressa e documento original de identificação, portando os exames exigidos pelo edital”, disse.

Lagares afirmou que os candidatos devem comparecer com uma hora de antecedência para realizar todos os procedimentos que antecedem a apresentação perante a Junta Médica. “É realizada a confirmação do documento de identificação, coleta de impressão digital e uma triagem para confirmar se o candidato levou todos os documentos solicitados, para então ele ser atendido pela Junta Médica”, explicou.

Conforme prevê o edital, foram convocados 837 candidatos para apresentação dos exames médicos, cerca de 1,5 vez mais do que o total de 515 vagas disponíveis – somadas as de provimento direto e cadastro de reserva. Essa medida visa que, mesmo após a possível eliminação de candidatos durantes as etapas do certame, haja candidatos aptos para preenchimento de todas as vagas.

No site www.aroeira.org.br podem ser obtidas a convocação para exames médicos e demais informações sobre o concurso. Rosival Lagares alertou aos candidatos sobre o risco de eliminação. “O candidato que não comparecer no horário e local indicados na convocação estará eliminado do certame”, alertou.

Fases

A Fundação Aroeira é responsável pela primeira etapa do concurso, composta por quatro fases com previsão de conclusão em outubro. A Segunda etapa é o curso de formação, realizado na Academia da Polícia Civil.

A primeira fase foi a aplicação de provas objetivas e discursivas realizadas nos meses de maio e junho. A segunda fase, em andamento no mês de agosto, é a apresentação de exames médicos, que tem o resultado previsto para o dia 18 deste mês. Os aprovados nesta fase participam do Teste de Aptidão Física que deve ser realizado entre os dias 9 e 12 de setembro.

Os candidatos para os cargos de delegado e médico legista ainda serão submetidos a uma Avaliação de Títulos, em outubro.