Geral

Foto: Divulgação

Foram definidas na tarde de segunda-feira, 11, durante reunião com o secretário de Segurança, Defesa Civil e Trânsito, Francisco Viana, e equipe técnica, as diretrizes que nortearão as ações da pasta no segundo semestre de 2014. A reunião aconteceu na sede do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM).

Entre os assuntos abordados, foi discutida a atuação da Guarda Metropolitana de Palmas (GPM) na segurança aeroportuária, atendendo as solicitações da Infraero e Polícia Federal. Será instalada uma base fixa no Aeroporto de Palmas para que os guardas desenvolvam as ações de segurança, como controle de embarque armado e registro de ocorrência que será feito por meio da delegacia virtual da Secretaria de Segurança do Estado do Tocantins.

“A nova frente de serviço da Guarda Metropolitana tem tudo para ser bem sucedida devido à parceria e suporte técnico da Infraero, Polícia Federal e Polícia Civil”, afirmou Viana.

Para garantir atendimento de qualidade a todas as demandas, a Secretaria irá promover a realização de cursos de inglês e espanhol com o objetivo de capacitar os agentes da GMP para comunicarem com os usuários do aeroporto.

Poder de Polícia

O secretário ressaltou ainda que a demanda vem ao encontro da nova perspectiva de emprego das Guardas Municipais do Brasil a partir da Lei 13.022, de 08 de agosto de 2014, publicada no Diário Oficial da União em 11 de agosto de 2014, a qual dá poder de polícia às Guardas Municipais.

Outra ação que ficou definida é a elaboração do Plano de Segurança para os Jogos Mundiais Indígenas que acontecerão em Palmas em setembro de 2015. O plano deverá integrar as instituições municipais, órgãos estaduais e Polícia Federal contando também com o apoio da Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos (Sesge)  vinculada ao Ministério da Justiça. (Secom Palmas)

Por: Redação

Tags: Francisco Viana