Empregos e Serviços

A Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) esclareceu que houve uma última reunião de negociações entre os Correios e as representações dos trabalhadores na segunda-feira, 16 de setembro, com propostas construídas juntamente com o Tribunal Superior do Trabalho e apresentadas as bases para votação em assembleias sindicais. Segundo a empresa, até o momento, os sindicatos de São Paulo, Rio Grande do Norte e Roraima aprovaram a proposta da Empresa em suas assembleias. Já os funcionários do Tocantins deflagraram greve na última quarta-feira, 17.

De acordo com a ECT, no Tocantins, a proposta foi rejeitada por parte dos empregados e a paralisação foi deflagrada. Cabe ressaltar que 88% do efetivo está trabalhando normalmente.

A ECT ainda informou que a rede de atendimento está aberta em todo o Estado e todos os serviços estão disponíveis. A única ressalva é a Agência Central de Palmas, que ficará fechada durante horário de almoço (das 12h às 14h). “Houve adesão, de alguns empregados, somente nas cidades de Palmas, Araguaína, Paraíso, Guaraí, Pedro Afonso, Sítio Novo, Goiatins e São Miguel”, informou a empresa.

A Empresa de Correios e Telégrafos ainda salientou que caso necessário, os Correios adotarão uma série de medidas para garantir o atendimento à população, como: realocação de pessoal, realização de horas-extras e trabalho nos finais de semana (em forma de mutirão).

Propostas apresentadas, segundo a ECT

Entre as propostas finais apresentadas na mesa de negociações, as principais são:

- Vale Alimentação/Refeição: reajuste de 6,5%, no valor facial de R$ 30,13, mais o acréscimo de 3 vales por mês, ou seja, para os que exercem a jornada de trabalho regular de  cinco dias estes terão a quantidade aumentada de 23 para 26 vales. Já quem tem jornada regular de seis dias, de 27 para 30 vales. O reajuste será retroativo, a partir de 1º de Agosto de 2014.

- Reajuste do vale cesta de R$ 158,45 para R$ 188,58.

- Reajuste Salarial: reajuste salarial no valor fixo correspondente a 6,5 % da referência salarial (salário base) que será pago na forma de gratificação, denominada Gratificação de Incentivo a Produtividade (GIP). Nos casos em que o valor do reajuste anual for menor que R$ 200,00, será aplicado esse valor fixo. Caso o reajuste represente um valor maior que R$ 200,00, será considerado o valor mais vantajoso para o empregado.

- Pagamento retroativo (desde janeiro de 2014) do Vale-Cultura para os empregados que têm direito a esse beneficio, sendo pago, em parcela única, após 30 dias da assinatura do acordo coletivo.

Por: Redação

Tags: Empresa de Correios e Telégrafos