Saúde

Foto: Renaud Philippe

Por se tratar de um órgão muito sensível, o ouvido merece atenção extra quando o cuidado é prevenir problema de saúde. Precauções simples e muitas vezes esquecidas podem evitar problemas como a surdez súbita ou trauma sonoro, um trauma que geralmente ocorre quando a pessoa se expõe a sons com altas intensidades.

A surdez súbita se caracteriza como um tipo de perda auditiva de aparecimento abrupto e sem causa definida. Geralmente é unilateral, ou seja, em um só ouvido, e acompanhada de tonturas e zumbidos, em aproximadamente 80% dos casos.

Mesmo com tanta informação sobre o perigo da exposição a sons muito altos há sempre quem se esqueça dos malefícios deste costume. Com a isso a surdez súbita pode acometer até àqueles mais “acostumados” à música alta, como no caso recentemente divulgado da surdez súbita no ouvido esquerdo do Dj Zedd, muito conhecido no universo da housemusic. Um dos vencedores do prêmio VMA (Video Music Awards) deste ano, ele usou sua conta em redes sociais para avisar de sua surdez, alertando assim os demais profissionais que também vivem expostos às altas frequências constantemente.

Como acontece o Trauma Acústico?

Este tipo de surdez ocorre devido à alta energia que chega aos líquidos do labirinto ocasionando uma lesão nas células ciliadas, que estão presentes no ouvido interno e são responsáveis pela transformação da onda mecânica do som para uma mensagem elétrica levada ao cérebro.

A Surdez Súbita acontece por lesões no ouvido interno, só que geralmente a causa é desconhecida e existem muitas teorias a esse respeito. “É importante lembrar que a surdez súbita é considerada uma emergência médica devido à possibilidade dos danos ao ouvido serem agravados, ou seja, tornarem-se uma perda definitiva da audição. Por isso se o diagnóstico e o tratamento forem feitos o mais rápido possível, maiores são as chances de recuperação da audição”, alerta o médico otorrinolaringologista Wilian Mattos.

Alguns fatores como o tabagismo, diabetes, pressão alta e colesterol elevado também podem tornar a pessoa mais predisposta a este tipo de trauma acústico. Por isso, em caso de queda de audição repentina ou trauma sonoro o ideal é procurar o médico especialista em otorrinolaringologia, área médica direcionada somente aos cuidados com ouvido, nariz e garganta.

Por: Mary araujo (colaboração)

Tags: Otorrinolaringologia, Surdez Súbita, Wilian Mattos