Campo

Foto: Camila Soares

Incentivar a produção adequada, destacando as boas práticas para a cultura do abacaxi foi um dos objetivos do Dia Técnico da Fruticultura. O evento foi realizado nesta sexta-feira, dia 03, na Paking House do município de Miracema, a 80 km de Palmas. Além de representantes e técnicos da Secretaria da Agricultura e Pecuária (Seagro), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) e Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), mais de 50 produtores de Miracema e de diversas regiões do Estado, compareceram ao local.

Renato João Sulzbach é produtor de abacaxi há mais de cinco anos, no projeto Manuel Alves, localizado a 350 km de Palmas, e falou sobre a importância do Dia Técnico e o interesse em cultivar a fruta no Tocantins. “O evento é mais uma, de tantas oportunidades que o Governo do Estado oferece para os produtores não só de abacaxi como de outras culturas que passam através deste apoio, a ter condições estruturais e técnicas para o desenvolvimento das produções”, conclui Sulzbach.

Também presente na ocasião o secretário da Agricultura e Pecuária do Estado, Ruiter Padua, falou sobre a atuação e o interesse do Governo do Estado em investir em ações como esta. “É nossa obrigação oferecer boas condições estruturais e técnicas para incentivar e desenvolver de forma positiva a produção do Tocantins”, ressaltou o secretário, dizendo ainda que o município de Miracema mostra um grande crescimento relacionado ao cultivo do abacaxi, o que traz reconhecimento não só para os produtores como para todo o Estado dependente deste desenvolvimento.

Durante o evento, foram ressaltados alguns pontos como: para que a produção de abacaxi seja satisfatória o produtor deve se atentar às preocupações relacionadas principalmente à aquisição de mudas sadias; à adubação correta com base na análise de solo, o manejo do mato, mantendo os inimigos naturais das pragas e dependendo do nível de ataque, o produtor também deve realizar um controle químico.

O ministrante da palestra “O manejo Integrado de Doenças e Pragas do Abacaxizeiro”, Aristóteles Pires de Matos, coordenador de Produção Integrada do Abacaxi da Embrapa, destacou durante sua apresentação a importância de o produtor conhecer e praticar o manejo adequado. “A produção integrada passa basicamente pela capacitação, ensinando o produtor para que ele coloque em prática no campo e se prepare para os possíveis problemas que podem acontecer no plantio, utilizando todas as técnicas possíveis para reduzir as perdas de produção”, finaliza Matos.

As palestras foram iniciadas às 8h e destacaram temas relacionados ao manejo e controle de pragas e doenças, o uso correto de agrotóxicos na cultura do abacaxi, além das normas estabelecidas para a produção e comercialização de material de propagação de abacaxizeiro. O evento foi encerrado com debate e discussão entre os participantes e palestrantes.

Dados

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a região de Miracema do Tocantins produziu no ano passado, 10,2 milhões de frutos. O número corresponde a 24,5% da produção total do Estado, que foi de 41,53 milhões no mesmo período.

Organização

A realização do Dia Técnico de Fruticultura foi do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Agricultura e Pecuária (Seagro) em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Prefeitura de Miracema e com o apoio da Comissão de Sementes e Mudas, do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) e da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec). (Ascom Seagro)