Estado

Foto: Divulgação

O Comitê gestor formado pelo atual governo para controlar os novos empenhos e despesas administrativas é presidido pelo secretário de Planejamento, Joaquim Junior. Em entrevista ao Conexão Tocantins nesta segunda-feira, 13, o secretário disse que o comitê junto com o governador Sandoval Cardoso (SD) vai conduzir a organização final da gestão. “ Já estamos preparando a máquina para entregar e o comitê está organizando tudo normal”, frisou.

O secretário disse que as novas despesas serão analisadas criteriosamente tendo em vista o encerramento do exercício. “Só vamos empenhar o que for extremamente necessário”,  garantiu.

O comitê é formado ainda pelo secretário da Fazenda , Marcelo Olímpio e pelo Controlador Geral,Ricardo Eustáquio de Souza.

Com relação aos servidores o secretário informou ainda que a recomendação da atual gestão é que sejam todos mantidos por enquanto sem previsão de exoneração em massa como temem alguns. “ A recomendação é que mantenham todos, nesse primeiro momento não vamos ter exoneração em massa”, disse.

Junior confirmou que o Estado está com as despesas acima do limite estabelecido pela Lei de responsabilidade Fiscal – LRF. “Temos que reduzir um terço do excesso para se enquadrar na lei”, disse.