Estado

A suspensão das férias dos servidores por parte do governo estadual desagrada os servidores de todas as categorias. O governo publicou no Diário oficial a suspensão mas os Sindicatos tentam reverter a situação. Com base na Lei de no 1818, que dispõe sobre o estatuto do servidor público o Sintras emitiu ao secretário da saúde, Luiz Antônio da Silva Ferreira, um expediente cobrando a liberação das férias dos servidores públicos da saúde.

A reivindicação foi após o governo do Estado suspender a concessão de férias para os servidores, até o dia 31 de dezembro deste ano, conforme publicação no diário oficial de no 4.237, do último dia 17.  Portanto, o Sintras solicita no expediente a revogação da Portaria/Sesau no 1278, e um diálogo mais afinado com a gestão estadual para discutir o assunto e chegar a um consenso.

Segundo o presidente do Sintras, Manoel Pereira de Miranda, férias é  um direito constitucional e o sindicato almejando em atender ao pedido dos servidores, que procuraram a entidade para intermediar junto ao governo e garantir suas férias no período que programaram, oficiou o Estado para discutir o assunto.

“É um direito garantido no estatuto do servidor público, o governo não pode tirar esse direito assim, governo tem que definir uma situação para que os servidores não percam suas férias que já haviam programado para esta data”, ressaltou Miranda.

Até o final desta manhã Manoel Miranda contatou o gestor da Sesau para agendar o mais breve uma reunião e resolver a questão mas diz não ter tido ainda nenhuma posição.

Por: Redação

Tags: Manoel Pereira de Miranda, Sintras