Polí­tica

Foto: Divulgação

O senador do Tocantins, Ataídes Oliveira aproveitou o discurso do senador e ex-candidato à Presidência da República no Senado Federal, Aécio Neves (PSDB) na tarde desta quarta-feira, 5, no plenário para se declarar oposição á presidente Dilma Rousseff (PT). “Eu não cheguei nessa Casa, não estou aqui para coadunar com coisas ilícitas. Não estou aqui para abonar esse governo corrupto do PT portanto meu partido nasceu na base do governo mas eu não”, declarou.

 O senador chegou a dizer durante a parte no discurso de Aécio que o país vive uma desmoralização política. “Meu partido é da base do governo mas este senador não faz parte deste governo corrupto e nós estamos vivendo uma desmoralização política e econômica. Estarei ao seu lado e ao dos 51 milhões de brasileiros por um país melhor”, disse.

 Ataídes elogiou o perfil de Aécio na disputa presidencial. “Você resgatou ao povo um sentimento que eu há muito tempo já não sentia : a esperança de um Brasil melhor”, disse. O Pros faz parte do governo e indicou o comando do Ministério da Integração Nacional.

A mídia chegou  a relatar que Ataídes  fez algumas indicações  no Ministério.

 Dos três senadores do Tocantins apenas Katia Abreu, cotada para assumir o Ministério da Agricultura, é da base de Dilma já que Vicentinho Alves, que vai deixar o Solidariedade para assumir o comando do PR, também apoiou Aécio.