Polí­tica

Foto: Divulgação

Após notícia veiculada no Jornal Nacional alertando que a única máquina de radioterapia do Tocantins estaria quebrada, o deputado federal César Halum (PRB-TO), reuniu-se com representantes do Ministério da Saúde para articular um plano emergencial de atendimento aos pacientes, já que o Governo não deu previsão de conserto do equipamento.

Com o problema da máquina, que está instalada no Hospital Regional de Araguaína, e que atende também pacientes do sul do Pará e do Maranhão, cerca de 125 pessoas com câncer estão sem atendimento no Estado. “Nós não estamos lidando com uma simples gripe, estamos lidando com a vida de muita gente, que estão de mãos atadas sem o que fazer”, disse Halum.

Em audiência com o chefe da assessoria parlamentar do Ministério da Saúde, Leopoldo Jorge, César Halum foi informado sobre a existência de uma máquina de radioterapia em Imperatriz que poderia ajudar na continuação do tratamento dos pacientes em andamento, porém ainda falta o credenciamento do Ministério da Saúde, já que a única em funcionamento na cidade atende 140 pacientes.

“Enquanto o Governo do Tocantins não age em relação a isso, nós infelizmente teremos que buscar ajuda no Estado vizinho, o que é melhor do que perder vidas. Vou acompanhar de perto a liberação dessa segunda máquina de Imperatriz e pedir urgência na resolução do problema do equipamento de Araguaína”, concluiu. (Ascom)

Por: Redação

Tags: César Halum, Ministério da Saúde