Saúde

Foto: Divulgação HGP está sem serviços de alimentação e refeições HGP está sem serviços de alimentação e refeições

Diante das reclamações, o secretário de Saúde, Marcio Carvalho oficiou a empresa Litucera para que restabeleça o fornecimento adequado dos alimentos nos Hospitais e deu prazo de 24 horas para que a empresa resolva o problema. O Estado informou que efetuou ontem o pagamento de R$ 10 mi para a empresa e que no dia 13 de novembro efetuou outra parcela.

Em ofício encaminhado pela Litucera para o governo com data desta quarta-feira, 3, a empresa informou que desde o ano de 2010 o governo não vem cumprindo com as obrigações contratuais. A empresa é responsável pelos serviços de limpeza, higienização dos bens móveis, imóveis e anexos dos Hospitais além de nutrição, dietética e lavanderia e alega no ofício que tem para receber R$ 56 milhões, referente a cinco meses de serviços prestados.

O Conexão Tocantins teve acesso aos ofícios trocados entre secretário e Litucera. A empresa argumenta ainda que está com dificuldades  de encontrar fornecedores em razão da falta de dinheiro, cita o aumento do preço dos alimentos e ainda a falta de estoque para continuar prestando os serviços.

Segundo um extrato financeiro que foi encaminhado anexo ao ofício a empresa especifica que deixou de receber R$ 6 mi referente ao ano de R$ 2010, R$ 7 mi de 2011, R$ 386 mil de 2012, R$ 9 mi de 2013 e mais de R$ 50 mi deste ano.

Nos hospitais, principalmente no  maior do Estado, os servidores e acompanhantes estão sem refeições até que governo e empresa resolvam impasse.