Cursos & Concursos

Foto: Divulgação

Com o objetivo de ampliar as ações de vigilância da saúde do usuário do Sistema Único de Saúde na vida laboral, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesau) oferece o Curso Básico de Vigilância em Saúde do Trabalhador para atuar em serviços Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador (Renast).

A proposta é oferecer capacitação gratuita para a formação de agentes de vigilância em saúde do trabalhador capazes de realizar intervenções sanitárias corretivas e preventivas focadas em possíveis agravos de saúde do trabalhador. O curso está sendo ministrado de 1º a até o dia 5 de dezembro na Escola Superior de Magistratura Tocantinense (Quadra 602 Sul), em Palmas.

Participam do curso técnicos do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) Estadual, inspetores da Vigilância Sanitária do Estado e representantes dos Sindicato dos Motoristas do Transporte Urbano, Rodoviário e Máquinas Pesados do Estado do Tocantins (Simtrimt), Sindicato dos Trabalhadores Vigilantes do Estado do Tocantins (Sintivisto), Sindicato dos Açougueiros, Magarefes, Lombatores e Trabalhdores da Indústria Frigorífica do Tocantins (Sintcarnes) e Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil e Mobiliário do Estado do Tocantins (Sintcimto).

O curso oferece 40 horas semanais e é realizado em parceria com o Ministério da Saúde e Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Saúde do Trabalhador

Segundo a gerente do Cerest Estadual, Salete Klein, o trabalho dos profissionais que atuam na área de Vigilância em Saúde do Trabalhador compreende tanto atender a demanda de denúncias de casos de intoxicação, de adoecimentos e acidentes no trabalho, como também atuar na educação e prevenção desses agravos em ambientes onde os trabalhadores estejam sujeitos a condições de risco. Salete explica ainda que esse trabalho de vigilância busca, inclusive, a integração do Cerest com serviços da Atenção Básica como aliados na identificação e orientação de trabalhadores que necessitem de assistência. (Ascom Sesau)