Saúde

Foto: Divulgação

Após uma semana marcada por reclamações com relação á suspensão e condições das refeições nos hospitais públicos do Tocantins, a secretaria Estadual da Saúde informou que em ofício enviado o responsável administrativo da empresa Litucera – Limpeza e Engenharia comunicou que já está regularizando o fornecimento da alimentação da rede hospitalar, sendo servido na noite desta quinta-feira, 04, jantar e ceia com a diversidade de alimentos conforme contrato.

A Sesau argumentou que o contrato de alimentação das Unidades Hospitalares está sendo pago regularmente. No dia 13 de novembro foi pago o valor de R$ 8 milhões e no dia 03 de dezembro o valor de R$ 10 milhões.

Mesmo com as justificativas da Sesau ,a Litucera informou á pasta que  tem para receber mais de R$ 56 milhões que envolve valores atrasados desde o ano de 2010.

Além da suspensão na alimentação, a área enfrenta outro problema: a falta de pagamento para os anestesistas. A categoria já informou que pretende paralisar se não receberem os pagamentos. A pasta pagou apenas o mês de julho e ainda faltam os outros meses.

Com uma possível paralisação as cirurgias podem deixar de ser realizadas por falta da atuação dos anestesistas.

Por: Redação

Tags: Hospital Geral de Palmas, Litucera, Sesau