Estado

Foto: Divulgação

O governador Sandoval Cardoso (SD) publicou vários decretos retroativos que tratam da abertura de crédito suplementar para vários órgãos da administração pública bem  como o remanejamento de despesas de algumas pastas para outras. O governador cancelou alguns gastos de pastas e repassou para outras.

A Agência de Máquinas e Transportes – Agetrans recebeu suplemento de cerca de R$ 20 mi para a construção de asfalto em algumas cidades, a pasta da Saúde recebeu R$ 8,6 mi e a pasta das Cidades teve R$ 9 milhões.  No Decreto 5.1444 o governador abriu crédito suplementar de mais de R$ 37 milhões, no 5.145 o valor suplementado é de mais de R$ 2 mi. Já no Decreto 5.147 o governo Abre ao Fundo de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos crédito suplementar no valor de R$ 16 mi.

Em outros três decretos publicados os valores suplementados entre pastas passam de R$ 15 milhões. O governo cancelou quase R$ 3,5 mi que seria para apoio a iniciativas culturais e cerca de R$ 28 mi que seria para comprar frota de veículos para o Corpo de Bombeiros.

Paralisação de serviços

Foi publicada também no Diário Oficial a paralisação de alguns serviços por parte da pasta de Infraestrutura dentre eles os serviços de Reforma do prédio e construção da cobertura do pátio da Secretaria de Desenvolvimento Agrário e da Regularização Fundiária. O motivo é o atraso do pagamento por mais de 90 dias à empresa Nasa Construtora Ltda.

Outra obra paralisada  foram os  serviços de Construção de prédio Padrão/MEC, com oito  salas de aula, para a Escola Estadual Sales Pereira Marins em Miranorte .

Mesmo estando no final da gestão, o governo publicou ainda o edital de licitação para o dia 19 de dezembro para aquisição de serviços gráficos para a Polícia Militar e também para a pasta da Saúde.