Polí­cia

Foto: Ascom SSP

Na tarde desta quinta feira, 11, Policiais Civis da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa – DHPP, sob a coordenação do Delegado, Dr. João Sérgio Vasconcelos Kenupp com apoio da Policia Militar prenderam em Palmas, Rodolfo B., vulgo “Paulista”, 39 anos. Ele é suspeito pelo homicídio de Ruan César Alves Aguiar, 18 anos, crime ocorrido no dia 11 de novembro do corrente ano no Setor Taquari quando a vítima, que era cadeirante, foi atingida por um disparo de arma de fogo.

De acordo com o Delegado Kenupp, Rodolfo foi capturado mediante o cumprimento de um mandado de prisão temporária, quando estava na residência de Manuel R. M. da S., 36 anos, o qual também foi preso por porte ilegal de munição de uso restrito e por ter violado o regime semi-aberto, que cumpria pela prática de outro crime.

A ação, que resultou na prisão de Manuel e Rodolfo teve início por volta das 15h30min da tarde de ontem quando os Policiais deslocaram-se até a quitinete de Manuel, a qual fica localizada na Quadra 405 Norte e, após uma busca realizada no local, localizaram e apreenderam 01 revólver, calibre 38 municiado com 06 cartuchos intactos e com a numeração raspada, 08 celulares de várias marcas, munições de pistola .40, 01 colete balístico de segurança, 01 notebook, 01 tablet, 01 máquina fotográfica, além de documentos de dois veículos.

Na delegacia, Manuel indicou ao delegado onde estaria escondida a pistola .40 que havia sido roubada de um policial militar durante um assalto efetuado a um supermercado na Quadra 1003 Sul na semana passada. Na manhã de hoje, os Policiais Civis deslocaram-se até uma residência localizada na região Sul de Palmas, local indicado pelo suspeito, onde localizaram e apreenderam a arma roubada juntamente com dois carregadores.  

Manuel também foi reconhecido como sendo um dos autores do roubo ao TRE em Palmas, haja vista que um colete utilizado por seguranças do órgão foi apreendido em poder dele, bem como ao roubo ao supermercado da Quadra 1003 Sul e na subtração da arma do Policial Militar. A Polícia Civil suspeita que o revólver apreendido na casa de Manuel tenha sido utilizado no homicídio que vitimou Ruan César. Também há indícios de que os dois homens possam estar envolvidos em mais crimes de roubos ocorridos na Capital, nos últimos meses.

Após a realização dos procedimentos cabíveis, Rodolfo e Manuel foram encaminhados à carceragem da Casa de Prisão Provisória de Palmas – CPPP onde permanecerão a disposição do Poder Judiciário. (Ascom SSP)