Economia

Foto: Aldemar Ribeiro

O Instituto Social Divino Espírito Santo – Prodivino tem construído uma história de compromisso e de parceria com o pequeno empreendedor tocantinense. Nos últimos quatro anos, foram mais de R$ 61 milhões de reais liberados por meio de programas de microcrédito e assistência financeira, auxiliando quem mais precisa em seus negócios locais. 

Nesses quatro anos, junto com os mais de 25 mil empreendedores tocantinenses, o Prodivino comemora a liberação de R$ 39 milhões de reais liberados para todo o Tocantins, impulsionando pequenos negócios e ajudando a melhorar a vida das pessoas. Esses empréstimos foram liberados por meio de dois tipos de programas: O Microcrédito e o Nossa Oportunidade. O primeiro atendeu mais de 800 pessoas com cerca de R$ 7 milhões de reais. Já o segundo programa, que valoriza em sua essência os valores locais, atendeu mais 23 mil pessoas, com R$ 32,83 milhões de reais. 

Microcrédito e Nossa Oportunidade

Os dois programas atendem pequenos empreendedores, ajudando-os a iniciarem ou ampliarem seus negócios, e têm foco na geração de emprego e renda. No Microcrédito, os valores para financiamento variam entre R$ 1 mil a R$ 10 mil reais, de acordo com o tipo de financiamento, com as opções de Investimentos em equipamentos e capital de giro. O Prazo para pagamento varia de 1 a 24 meses. Já no Nossa Oportunidade, o primeiro empréstimo é no valor R$ 1 mil reais. Podendo ser renovado ao final do pagamento em dia, com taxa de juros de 0,5 por cento ao mês. 

Assistência Financeira

O Banco do Prodivino também tem atendido o servidor público estadual, com empréstimos pessoais a fim de assisti-los quanto às suas necessidades urgentes, como forma de valorização humana. Para este segmento, foram liberados mais de R$ 21 milhões de reais. Hoje, o programa também atende servidores da Defensoria Pública, Ministério Público e Tribunal de Contas. A taxa de juros para esta modalidade é de 0,98% ao mês. O limite para empréstimos é de R$ 20 mil reais, com parcelas divididas em até 60 meses.

“Nossa vocação é caminhar de mãos dadas com o pequeno empreendedor dando a estas pessoas oportunidade de crescimento, de impulsionarem os seus negócios e de auxiliá-los quando eles mais precisam”, ressalta o presidente do órgão Mazinho Morais, enfatizando também que durante estes quatro anos o Prodivino não mediu esforços para captar o maior número possível de recursos e parcerias para atender cada vez mais e melhor. “Chegamos ao final dessa gestão com o sentimento de dever cumprido e não poderia deixar de agradecer nominalmente aos governadores Siqueira Campos e Sandoval Cardoso pela importância dada por este Governo às ações deste Instituto”. 

Por: Redação

Tags: Mazinho Morais, Microcrédito, Prodivino