Polí­tica

Foto: Ascom TRE

Através de ato da mesa diretora ,assinado por todos os parlamentares, os deputados estaduais instituíram novamente e no apagar das luzes do ano legislativo o auxílio-moradia no valor de R$ 3,8 mil por mês. Já haviam rumores de que os parlamentares queriam instituir o auxílio, o que foi confirmado através de ato da mesa diretora publicado no Diário Oficial da Assembleia nesta terça-feira, 30.

O impacto anual para a Casa de Leis será de mais de R$ 1 mi com o novo benefício.

O benefício passa a valer a partir de hoje e é o mesmo valor estabelecido na Câmara Federal para os parlamentares. Esse assunto já gerou muita polêmica e protestos na Casa de Leis quando os parlamentares instituíram o mesmo auxílio em 2013. A pressão foi grande por parte de movimentos e a Casa de Leia acabou voltando atrás no benefício.

Na primeira vez que foi instituído muitos parlamentares não concordaram e abriram mão de receber, porém, outros que tem moradia própria na capital foram a favor. O benefício será repassado junto com o salário dos parlamentares que também será maior em 2015: R$ 22 mil.

Os interessados em receber deverão informar por requerimento á mesa diretora.

O Conexão Tocantins tentou ouvir alguns deputados estaduais sobre a medida mas alguns preferiram não se manifestar. O presidente da Casa de Leis, Osíres Damaso (Democratas) não atendeu ás ligações.