Estado

Foto: Divulgação

A área da Cultura no atual governo ficará sem secretaria específica neste primeiro momento mas o governador Marcelo Miranda (PMDB) pretende criá-la assim que o Estado se equilibrar financeiramente. “O governador previu a criação mas não vai prover agora justamente porque não tem dinheiro”, informou o secretário de Comunicação, Rogério Silva em entrevista ao Conexão Tocantins nesta segunda-feira, 5.

Assim que o atual governo conseguir contornar a situação deixada pela gestão anterior a pasta será devidamente criada. Outra área que também está em análise por parte do governo é a Redesat, emissora oficial do governo. Segundo Silva informou, a definição será tomada nos próximos dias.

Na área da comunicação a Agência Tocantinense de Notícias (ATN) foi extinta e a Secretaria Estadual de Comunicação absorveu as atividades do órgão.

Nesta segunda-feira, 5, o governador Marcelo Miranda chegou cedo ao Palácio Araguaia e já visitou algumas repartições. No final de semana também ele fez algumas visitas a anexos de órgãos do Estado e nessa semana está prevista a visita do governador às principais unidades de saúde do Tocantins.

Marcelo terá hoje reunião com os membros do conselho político, presidido por Derval de Paiva e ainda com os secretários da área política como o secretário Geral da Governadoria, Herbert Brito, de Articulação Política, Paulo Sidnei e ainda com Antônio de Pádua Soares Marques de Assuntos Parlamentares.

Segundo informou a comunicação do governo Marcelo vai governar sempre ouvindo as áreas técnicas e políticas de sua gestão. Durante a posse dos secretários ele se dirigiu aos deputados presentes e pediu apoio para a votação do orçamento que será ainda encaminhado à Casa de Leis.

Marcelo se reunirá ainda com a Comissão de análise de pessoal que trata das readequações administrativas com relação aos servidores.

Os servidores comissionados serão exonerados em ato que será publicado nesta segunda-feira.