Economia

Foto: Divulgação

A Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social, por meio da Diretoria de Proteção Básica informa que segue até o dia 16 de janeiro o prazo para revisão cadastral do programa Bolsa Família, voltado às famílias que ainda estão com as informações e dados desatualizados.

Segundo o gerente do Bolsa Família, Ricardo Bernardon, a revisão é feita voluntariamente a cada dois anos, tendo como base mudanças socioeconômicas na estrutura familiar que poderão afetar  o cancelamento do benefício caso não sejam avisados. “No caso do nascimento de mais algum filho na família, quando houver mudança de escola, alteração no endereço residencial ou qualquer informação relevante é preciso que a família faça a atualização do cadastro”, explica.

As famílias que deixarem de atualizar o cadastro perderão o direito de continuarem a receber o benefício, e este será bloqueado no mês de fevereiro. Em Palmas,  até dezembro do ano passado cerca de  30 mil famílias encontravam-se cadastradas, porém nem todas atualizaram o cadastro.

Para atualizar o cadastro, as famílias devem dirigir-se até o Centro de Referência da Assistência Social (Cras) à qual é referenciada, a partir das 8 horas, levando a relação de documentos exigida de todas as pessoas que moram no domicílio.

Documentos Necessários

Adultos a partir de 18 anos: Carteira de Identidade, CPF, Título de Eleitor, Carteira de Trabalho, Certidão de Casamento ou Divórcio, Certidão de Nascimento, e ainda, comprovante de endereço com CEP.

Crianças de 0 a 06 anos: Certidão de Nascimento e nome do Posto de Saúde em que é acompanhado.

Crianças e Adolescentes de 06 a 17 anos: Certidão de Nascimento e Declaração da Escola com n° do INEP.