Estado

Foto: Angélica Mendonça

O comandante geral da Polícia Militar, Coronel Glauber de Oliveira afirmou na manhã desta terça-feira, 13, que todos os militares que receberam cargos designados pelo Comando devem ter o objetivo de tornar o Tocantins o Estado mais seguro da nação. “ Ninguém trabalha só, valorizem cada policial militar e acompanhe de perto as necessidades”, pediu aos militares durante troca de comando no Quartel com presença do governador Marcelo Miranda (PMDB) a quem agradeceu a confiança pela indicação.

Segundo ele, é preciso ser unânime na intolerância contra o crime e a desordem. O Comandante foi procurado após a solenidade por um grupo dos Excedentes do Concurso da Polícia Militar para tratar da possibilidade de convocação de mais aprovados. Eles pedem que o Comando autorize a Consuplan  a corrigir todas as redações para divulgar mais uma lista de classificação.

Segundo os membros da comissão informaram ao Conexão Tocantins o Comando afirmou que não há possibilidade de chamá-los e que a intenção será mesmo fazer um novo certame este ano para mil vagas. “Eles falaram que não somos excedentes porque não fizemos todas as etapas e que esse concurso não era de cadastro reserva”, informou a comissão.

O grupo afirmou que agora pretende acionar o Ministério Público Estadual ou tentar entrar com um mandado de segurança coletivo. O concurso da PM pode ser lançado a partir de fevereiro.