Polí­cia

Foto: Divulgação

Artistas e amigos do taxista, Alan Kardec de Oliveira, assassinado no último sábado, 10, em Palmas, estão organizando um ato público pela paz para a próxima sexta-feira, dia 16 de janeiro.

O "Ato Pela Paz Não a Violência e à Barbárie" terá início às 16 horas de sexta-feira na Praça do Espaço Cultural de Palmas, José Gomes Sobrinho.

É aconselhado que o pessoa compareça de camiseta branca, que leve faixa, cartaz, poema, um violão, uma música, ou que encontre sua maneira de celebrar a paz entre os homens e a favor da vida.

Polícia Civil 

A Polícia Civil informou ao Conexão Tocantins na manhã desta quarta-feira, 14, que está investigando o caso, mas ainda não tem nenhum suspeito preso. Segundo a PC, o inquérito está sendo presidido pelo delegado João Sérgio Vasconcelos Kenupp da DHPP  - Delegacia de Homicídios. Nenhuma linha de investigação está descartada. 

A Polícia Civil está colhendo evidencias e ouvindo testemunhas para tentar chegar ao autor ou autores do crime, para que possa finalizar o inquérito que tem 30 dias para fica pronto

Entenda o caso 

Na manhã do último sábado, 10, o taxista Alan Kardec de Oliveira, 41 anos de idade, foi assassinado na porta de casa, na Quadra 106 Norte, enquanto trocava o pneu do carro para poder ir ao trabalho. Segundo informações repassadas pela Polícia Militar, o filho do taxista de apenas 8 anos de idade estava no local e teria sido a testemunha do crime.