Estado

Foto: Divulgação

A equipe de técnicos da Controladoria Geral do Estado (CGE) iniciou, na manhã desta terça-feira, 20, o trabalho de auditoria na Secretaria de Estado da Educação (Seduc). A análise dos processos financeiros da pasta foi uma solicitação do secretário Adão Francisco, no intuito de iniciar a gestão com maior eficiência e transparência.

Ao todo, uma equipe de sete técnicos da Controladoria analisarão processos referentes a contratos e convênios em vigência, bem como pagamentos e demais despesas da Seduc. De acordo com o secretário, a iniciativa tem como objetivo traçar um panorama preciso da atual situação administrativa e financeira do órgão. “A nossa meta ainda é dar total transparência nas ações da secretaria”, salientou.

Os trabalhos serão coordenados pela técnica da CGE, Eva Moreira Martins Santos. Segundo ela, inicialmente serão 15 dias de análises, prazo que poderá ser expandido caso haja necessidade. “Nós vamos analisar processos administrativos e financeiros, como despesas, pagamentos, contratos e convênios em vigência. A dinâmica do trabalho será a análise daqueles processos de maior urgência”, disse.

A equipe, durante o período de trabalho, ficará sediada em uma sala na sede da Seduc, segundo explicou a coordenadora. “Caso, durante o trabalho, nós, ou o secretário identifiquemos a necessidade de maior prazo, isso será solicitado”, explicou Eva.

Protocolo

A solicitação de auditoria, assinada pelo secretário de Estado da Educação, foi protocolada na Controladoria Geral do Estado na última semana. “Com a realização da referida auditoria interna, visamos abranger o exame e a avaliação da adequação e eficácia do sistema de controle”, consta no documento expedido pela Seduc.