Estado

Foto: Divulgação

O novo superintendente do Sebrae do Tocantins, Omar Hennemann, se reuniu em Brasília nesta quinta-feira, dia 29, com a ministra da Agricultura, Kátia Abreu, e o diretor-presidente do Sebrae Nacional, Luiz Barretto. A reunião foi organizada pela ministra tocantinense e contou ainda com a participação da secretária-executiva do Ministério, Mila Jaber. Na pauta, projetos para o Tocantins.

Hennemann apresentou à ministra Kátia Abreu e ao diretor-presidente do Sebrae Nacional alguns dos principais projetos que estão sendo pensados pelo Sebrae Tocantins como forma de fomentar o empreendedorismo e contribuir para a transformação do Tocantins.

Entre os projetos estão a Feira Mundial de Artesanato Indígena que funcionará paralelamente aos Jogos Mundiais Indígenas, que vão se realizar em setembro deste ano em Palmas. A proposta do Sebrae é transformar os Jogos Mundiais Indígenas num grande campo de negócios para as centenas de etnias de todo o planeta que virão à Capital do Tocantins para participar do evento.

O Sebrae Tocantins também fará um amplo e aprofundado diagnóstico das potencialidades do Bico do Papagaio, uma região com uma riqueza natural vasta, mas que ainda é pouco desenvolvida economicamente. Desta forma, o Sebrae pretende em conjunto com seus parceiros fomentar a economia local, estimulando a ampliação das fronteiras de negócios na região.

Outra proposta apresentada por Omar Hennemann são ações de resgate e fortalecimento dos Microempreendedores Individuais (MEIs). Hoje no Tocantins, mais de 25 mil (10 mil somente em Palmas) microempreendedores individuais precisam de apoio para avançar em suas atividades. Mais da metade está inadimplente, situação que inibe o progresso desse setor. O Sebrae Tocantins quer identificar as causas dessa inadimplência e trabalhar junto aos microempreendedores individuais na solução do problema e no fortalecimento do setor.

Agronegócio

O projeto das exposições agropecuárias 2015 continuará. Foi o que assegurou o diretor-presidente do Sebrae Nacional, Luiz Barreto, atendendo a um pedido especial da ministra Kátia Abreu. As demandas do Tocantins foram extremamente bem vistas pelo Sebrae Nacional, pois continuarão contribuindo com a transformação do nosso Estado, bem como o cumprimento da missão do Sebrae, que é o fortalecimento dos pequenos negócios. “Todos ficaram muito satisfeitos com os projetos que apresentamos. Agora a nossa equipe técnica vai finalizar todos esses projetos, com a participação dos parceiros e validação do Conselho Deliberativo estadual presidido pelo empresário Pedro Ferreira, para que possamos coloca-los em prática o mais rápido possível”, explicou Hennemann.