Estado

Foto: Divulgação

Uma Portaria da Controladoria Geral do Estado foi publicada no Diário Oficial do Estado nomeando uma comissão composta pelos servidores Tatiane Dias Medeiros, Jalles Martins Parente Parente e Dária Marilia Melo da Silva para verificar a regularidade dos contratos temporários de profissionais para exercer a docência superior na Fundação Universidade do Tocantins - Unitins, a fim de identificar possível acumulação de cargos com carga horária incompatível.

A portaria, de 29 de janeiro, especifica que há um relevante quantitativo de contratos por prazo determinado para prestação dos serviços decência superior e que grande parte dos profissionais contratados ocupam cargos nos quadros do executivo estadual. Conforme a CGE há indícios de acumulação de cargos públicos sem a devida compatibilidade de horários.

A Comissão fica autorizada a requisitar documentos e informações aos órgãos envolvidos, bem como realizar entrevistas com os responsáveis. O prazo para realização dos trabalhos e entrega do relatório é de dez dias, a contar da data de publicação.