Cultura

Foto: Júnior Suzuki

Uma festa para todas as idades, e que pretende se tornar tradição na Capital. Assim foi o I Baile Municipal de Carnaval de Palmas, que levou crianças e adultos para ao Espaço Cultural em um dia de música, dança e diversão ao som das marchinhas de Carnaval e da música de Moraes Moreira. O evento foi promovido pela Fundação Cultural de Palmas em parceria com a Associação de Servidores de Palmas (Assemp). 

Para receber os convidados o Espaço Cultural fantasiou-se de cor e luz, e logo no início da tarde já pode contar com a presença de crianças que vestiram suas fantasias para matinê iniciada às 15 horas. Djays, a Banda da Guarda Metropolitana Municipal e a cantora Nacha Moretto animaram o início da festa, que contou ainda com brindes para as melhores fantasias. 

“Cheguei aqui no início da tarde para trazer os meus filhos, que estão adorando a festa. Espero que essa ideia seja repetida o ano que vem, pois é uma forma de diversão simples e saudável”, afirmou a servidora pública Joana D’arc de Sousa. 

Já a presidente da Fundação Cultural de Palmas, Eliane Campos, afirmou que o objetivo é resgatar em Palmas a cultura popular do Carnaval de marchinhas. “Vimos aqui crianças, mas também jovens e idosos. É um começo, estamos muito satisfeitos”. 

Moraes Moreira

O Baile foi encerrado ao som da música de Moraes Moreira, que trouxe para Palmas sucessos clássicos da época que fazia parte dos Novos Baianos e do disco Acabou Chorare, além de músicas do repertório atual. 

“Não sou dos antigos carnavais, sou dos eternos carnavais. Os eternos carnavais a gente faz com tudo, passado e presente”, afirmou Moraes Moreira ao elogiar a iniciativa do Baile. 

O artista animou o público, que dançou e cantou até o final da apresentação, a exemplo do arquiteto e urbanista Giovanni Assis. “Essa festa está linda, pelo resgate da cultura, pelo respeito ao horário, pela beleza da decoração. Espero que a Prefeitura persista nesse evento nos próximos carnavais”, afirmou. (Secom Palmas)