Estado

Foto: Divulgação

Dentre as audiências do governador Marcelo Miranda nos ministérios em Brasília, iniciadas nesta terça-feira, 24, a realizada com o ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gaba, pode regularizar entraves e problemas do Governo com a questão previdenciária, herdados pelo Instituto de Gestão Previdenciária do Tocantins (Igeprev), na gestão anterior. O governador esteve acompanhado de secretários estaduais e deputados federais.

Marcelo Miranda avaliou a audiência como “bastante satisfatória”, principalmente por perceber o ministro sensibilizado com a situação caótica em que se encontra a Previdência no Tocantins. Segundo o governador, desde os primeiros contatos realizados pelo presidente do Instituto, Jaques Silva, o ministro colocou sua equipe à disposição, a fim de encontrar uma saída viável e legal para a quitação da dívida de mais de R$ 266 milhões do Governo para com a Previdência do Estado, gerada na administração anterior.

“Essa pendência, além de prejudicar os servidores, prejudica o Poder Público, uma vez que, em decorrência dela, o Estado encontra-se inviabilizado para obter a liberação da CRP [Certificado de Regularidade Previdenciária], indispensável para que possamos firmar contratos e convênios com o governo federal”, explicou.

Também na opinião do ministro Gaba, a reunião teve resultado satisfatório. “É positivo que o governador nos procure, que se mostre empenhado em saber e se dispor a resolver a situação do Tocantins em relação à Previdência Social”, disse ele, acrescentando que o processo de negociação encontra-se bem adiantado. “Todos os dados e demandas solicitadas foram apresentadas, o governador já tomou as medidas imediatas. Boa parte das pendências já foi resolvida e, ainda esta semana, outras deverão ser sanadas, para que o Estado do Tocantins possa seguir sua vida administrativa legalmente”, disse.

Participaram da comitiva do governador, a primeira-dama e deputada federal, Dulce Miranda, além do deputado federal Lázaro Botelho, e os secretários estaduais da Comunicação, Rogério Silva, e da Representação do Tocantins em Brasília, Renato Assunção.

Nesta quarta-feira, 25, o governador Marcelo Miranda segue com a primeira agenda de visitas oficiais a Brasília desde o início desta gestão. O planejamento inclui audiências em nove ministérios, com o objetivo de estreitar relações institucionais do Tocantins com o governo federal e com a bancada tocantinense no congresso, a fim de que, juntos, encontrem soluções para assuntos de interesse imediato do Estado.

“As visitas estão sendo altamente positivas, devido ao interesse dos ministros em entender a relevância das reivindicações do Governo do Tocantins. Também foi importante estar com parlamentares da bancada tocantinense nesses pleitos, pois fortalece o nosso compromisso com o Estado”, destacou o governador sobre as audiências já realizadas até agora nos Ministérios da Pesca e Aquicultura, Integração Nacional, Minas e Energia e Casa Civil.

Hoje, a primeira reunião acontece no Ministério da Educação, quando o governador levará ao ministro Cid Gomes o plano de trabalho que já foi elaborado para a Educação do Tocantins. O plano prevê a implantação da educação integral e humanizada em todas as escolas do Estado, com projetos em dois eixos: reestruturação das escolas e revisão do currículo pedagógico.

No Ministério dos Transportes, o governador defenderá junto ao ministro Antônio Carlos Rodrigues a passagem da ferrovia Oeste-Leste pelo Tocantins. A obra do governo federal liga o Porto de Ilhéus à Ferrovia Norte-Sul, passando pelo Estado, no entanto, os governos da Bahia e de Goiás apresentaram proposta para que o trajeto seja alterado, o que vai prejudicar projetos logísticos do Tocantins. A reunião está prevista para o início da tarde.

Já com a Secretaria da Aviação da Presidência da República, o governador tratará sobre o resgate de projetos aeroviários para o Tocantins, sobre a plataforma logística centrada no transporte aeroviário, a partir do aeroporto de Palmas e sobre a previsão do governo federal investir na construção de 80 aeroportos na região amazônica.

A agenda do dia se encerra no Ministério da Saúde, uma das prioridades dessa gestão. O governador apresentará, ao ministro Arthur Chioro, a situação da Saúde no Estado e buscará orientação para que o Tocantins possa ter a atenção do governo federal nas questões urgentes que precisam ser resolvidas.

Visita termina amanhã

Nesta quinta-feira, 26, o governador encerra sua visita a Brasília com audiências no Ministério das Comunicações e participação no lançamento do programa Bem Mais Simples Brasil, no salão nobre do Palácio do Planalto. “Acredito que com o governo federal sabendo da importância do Tocantins para o país e abrindo um diálogo sobre as dificuldades que enfrentamos atualmente, sairemos daqui com grandes expectativas de sensibilizar aqueles que precisam ser sensibilizados, para que o Tocantins possa voltar a crescer”, destacou o governador.

Por: Redação

Tags: Igeprev, Jaques Silva, Marcelo Miranda