Estado

Foto: Lia Mara

A interligação do Tocantins com o Estado do Mato Grosso, por meio da rodovia Transbananal (TO-500), foi tema de audiência do governador Marcelo Miranda com o deputado mato-grossense Baiano Filho (PMDB). Durante a audiência, realizada no gabinete do governador nesta quinta-feira, 5, Marcelo Miranda destacou a importância de se buscar estratégias para que o projeto possa se consolidar sem prejuízos ambientais e à população da região.

De acordo o governador, a discussão em torno do projeto de implantação da Travessia Transbananal/TO- 500, que interligará os Estados de Mato Grosso e Tocantins pelos municípios de Santa Terezinha (MT) e Lagoa da Confusão (TO), é uma discussão secular. “Nós sabemos da importância dessa discussão e esse é o momento de aprofundarmos ainda mais, chegando até o governo federal”, disse.

Ainda de acordo com Marcelo Miranda, também é importante discutir o processo de construção com as populações local. “Temos a disposição do governador do Mato Grosso e também a nossa disposição, de discutirmos com os seguimentos organizados da sociedade, as populações indígenas; e juntando tudo isso, temos o que apresentar ao governo federal”, ressaltou.

A visita do deputado estadual Baiano Filho também representou uma aproximação entre os Governos do dois estados. “O que estamos fazendo é o primeiro contato de dois novos governos, com o objetivo de discutirmos as possibilidades de fazermos a interligação definitiva entre esses dois estados. Agora, nós viemos expressar a nossa vontade, e o governador Marcelo Miranda, sendo um visionário, entendeu a importância de trabalharmos fortemente na realização desse projeto”, apontou o deputado mato-grossense.

Transbananal

Entre os principais benefícios a serem conquistados com a construção da Transbananal/TO- 500 para os estados envolvidos, estão o fortalecimento do modal rodoviário - com a criação do Corredor Leste/Oeste; Abertura de novas fronteiras agrícolas e turísticas; expansão demográfica e econômica em toda área de influência do corredor e redução nos custos para produção e retirada da safra.

Por: Redação

Tags: Marcelo Miranda, Transbananal